Rodrigão perde pênalti no último minuto, e Santos é derrotado pelo Bragantino

Atacante teve chance de empatar de pênalti no último minuto mas parou no Alex Alves

Rodrigão perde pênalti no último minuto, e Santos é derrotado pelo Bragantino
(Foto: Reprodução)
Santos
0 1
Bragantino
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Romário (Eduardo Sasha); Alison, Renato (Jean Mota) e Vecchio; Arthur Gomes (Rodrygo), Copete e Rodrigão
Bragantino: Alex Alves, Ewerton (Diego Macedo), Lázaro, Guilherme e Fabiano; Adenilson, Evandro e Vitinho; Léo Jaime (Bruno Sávio), Gerley (William) e Matheus Peixoto
Placar: 0-1, Guilherme Mattis
ÁRBITRO: Salim Fende Chavez
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paulista

O 2018 não começou como os santistas queriam na Vila Belmiro. O Santos foi derrotado pelo Bragantino por 1 a 0, com gol de Guilherme Mattis. O Peixe teve um gol mal anulado, e ainda Rodrigão perdeu um pênalti no último minuto da partida.

Mesmo com a derrota, o Santos segue na liderança do Grupo D, com três pontos em duas partidas. O Bragantino assumiu a liderança do Grupo A, com duas vitórias em dois jogos. O Peixe volta a entrar em campo na próxima quinta-feira (25), contra a Ponte Preta. O Bragantino recebe o São Bento, na próxima quinta.

Santos domina primeiro tempo mas não consegue abrir o placar

Logo no inicio da partida, o Bragantino já teve sua primeira chance de gol. Fabiano avançou pela esquerda e cruzou para a área do Peixe. David Braz errou, e a bola sobrou no pé de Léo Jaime, que bateu para fora. 

Aos 20 minutos, Romário lançou Arthur Gomes, que invadiu a área do Bragantino e bateu rasteiro, mas Alex Alves fez defesa. Cinco minutos depois, Rodrigão recebeu de Arthur Gomes, que matou, ajeitou, mas bateu fraco, nas mãos de Alex Alves.

Aos 34', Arthur Gomes cruzou para Rodrigão, que dominou de costa para o gol e rolou para Copete, que bateu torto e a bola foi para fora. Dez minutos depois, em cobrança de falta ensaiada. Vecchio lançou para Rodrigão, que subiu mais que a zaga do Bragantino e cabeceou firme. Alex Alves fez uma ótima defesa.

Guilherme Mattis marca para o Bragantino e Rodrigão perde a chance do empate

Na segunda etapa, Rodrigão erra domínio, mas acaba tocando para Arthur Gomes, que bateu no canto de Alex Alves, e saiu para comemorar. Mas o árbitro parou o lance, marcando impedimento equivocadamente.

Aos oito minutos, Matheus Peixoto arriscou de longe, e obrigou Vanderlei a fazer uma defesa complicada. Aos 20 minutos, Victor Ferraz e Alison tabelaram. O lateral cruzou, Copete subiu, mas não conseguiu alcançar. No rebote, a bola sobrou para Renato, que bateu forte por cima do gol.

Aos 36 minutos, Jean Mota tentou afastar a bola de cabeça, mas mandou no pé de Gerley, que arriscou um chute de primeira, que explodiu na trave. No rebote, Guilherme Mattis bateu para o fundo do gol.

No último minuto, o Santos teve um pênalti a seu favor. Rodrigão foi para cobrança, e Alex Alves defendeu. Decretando a vitória do Bragantino.