Resultado: São Paulo x Atlético-PR no Campeonato Brasileiro (1-2)

Resultado: São Paulo x Atlético-PR no Campeonato Brasileiro (1-2)
São Paulo
1 2
Atlético-PR
São Paulo: Denis; Bruno, Maicon, Lugano e Matheus Reis; Thiago Mendes, João Schmidt, Kelvin (Luiz Araújo), Ytalo (Lucas Fernandes) e Centurión; Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza
Atlético-PR: Weverton; Léo, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Deivid e Pablo e Marcos Guilherme (Walter) ; Ewandro (Nikão) e André Lima (Hernani). Técnico: Paulo Autuori
Placar: Maicon (40/1ºT), Otávio (21/2ºT), Hernani (42/2ºT)
ÁRBITRO: Anderson Daronco (RS)

​Acaba aqui mais uma transmissão da VAVEL Brasil. Tenham todos uma boa noite!

Na próxima rodada, o São Paulo receberá o Vitória no Morumbi, na quarta às 19h30min. Já o Atlético-PR irá até Campinas enfrentar a Ponte Preta, também na quarta às 19h30min

Com o resultado, o Atlético-PR pula para a 8ª posição com 10 pontos, mesma pontuação do São Paulo, que continua na 6ª posição.

​FIM DE PAPO NO MORUMBI! 33 ANOS DEPOIS, O ATLÉTICO-PR VOLTA A VENCER O SÃO PAULO NO MORUMBI! Atlético-PR 2 x 1 São Paulo

​48' ​Vamos até os 51 minutos. Wéverton está caído, aproveitando para gastar o tempo.

46' ​Falta perigosa para o Atlético-PR, que não tem pressa.

43' ​Torcida tricolor desconta a raiva em Alan Kardec.

42' ​Cobrança de escanteio de Nikão, na cabeça de Hernani que cabeceou sem chance para Dênis. Vira-Vira no Morumbi!

​42' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO ATLÉTICO-PR! HERNANI VIRA O JOGO!

38' ​Torcida do São Paulo volta a cantar alto, mas o time não consegue mais chegar ao gol paranaense.

​34' Público e renda no Morumbi: Público Total: 12.389 Renda: R$ 383.237,00

29' UHHH! ​Em seu primeiro lance na partida, Luiz Araújo faz boa jogada, driblou dois defensores, mas chutou à direita de Wéverton.

28' ​Mais uma mudança no tricolor: Sai: Kelvin / Entra: Luiz Araújo

27' Última mudança no furacão: Sai: ​André Lima / Entra: ​Hernani

26' Primeira mudança no São Paulo: Sai:​ Ytalo / Entra:​ Lucas Fernandes

24' ​O jogo é muito bom no Morumbi. Com o resultado, Atlético e São Paulo vão ganhando uma posição, momentaneamente, e ficando nas 12ª e 5ª posições, respectivamente.

​21' ​Jogada individual de Léo, o lateral cruzou e a bola sobrou para Otávio que empatou a partida! 1 a 1

21' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO ATLÉTICO-PR! É DE OTÁVIO!

20' NA TRAAAAVE!​ Jogadaça de Kelvin, o atacante fez tudo sozinho e chutou de canhota e a bola foi na trave direita.

15' DÊNIS!​ Walter recebe um ótimo lançamento de Otávio, domina nas costas de Matheus Reis e chuta forte para boa defesa de Dêns, que jogou para escanteio.

​12' INACREDITÁVEL!!!! ​Chutaço de Ytalo, a bola bateu nas duas traves e no rebote Alan Kardec, com o gol aberto, não conseguiu alcançar. Que lance incrível no Morumbi!

11' Mais uma mudança no Atlético-PR: ​Sai: ​Marcos Guilherme / ​Entra: ​Walter

​8' ​Pablo, sozinho, tentou passar no meio de toda a defesa do tricolor, mas foi desarmado pelo capitão Maicon. Que noite do zagueiro!

5' ​Cartão amarelo para Bruno, do São Paulo

4' ​Cartão amarelo para Sidcley, do Atlético-PR, por falta em Thiago Mendes

2' ​Furacão começa a segunda etapa ensaiando uma pressão no campo de ataque.

BOLA ROLANDO PARA O SEGUNDO TEMPO NO MORUMBI!

Equipes de volta para o gramado. Atlético-PR tem uma modificação: Sai: Ewandro / Entra: ​Nikão

Maicon: "A equipe está lutando até o fim, e fui coroado com o gol. 45 minutos já foram e faltam mais 45."

​FINAL DE PRIMEIRO TEMPO NO MORUMBI! Com gol de Maicon, o São Paulo vai vencendo o Atlético-PR por 1 a 0.

​46' E AÍ, JUIZÃO? ​Kelvin recebe belo lançamento de João Schimidt, Thiago Heleno chega na marcação e o atacante se joga. O juiz mandou o jogo seguir.

45' ​Três minutos de acréscimos.

45' ABUSADO! ​Que primeiro tempo do Maicon. Agora, deu um belo chapéu no atacante do furacão.

41' O gol coloca o tricolor, momentaneamente, no G-4.

40' ​Kelvin cobra escanteio na cabeça de Maicon, que de tanto tentar, finalmente marca o seu gol! São Paulo 1 a o.

​40' GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DO SÃO PAULO! É DO CAPITÃO MAICON

38' Que lambança!​ Centurión puxa o contra-ataque  veloz, mas erra o passe. Na sequência, Sidcley foi tentar dar um chutão, furou e quase deixou o tricolor em ótima situação.

​35'​ Maicon cobra falta, Wéverton bate roupa e depois se choca com Lugano. O goleiro do time paranaense ficou sentindo.

​32' Não valeu!​ Na cobrança de falta, Kelvin cruzou e Maicon, impedido, cabeceou com perigo. Jogada foi anulada pelo assistente.

31' ​Falta forte de Sidcley em Kelvin, mas novamente o Daronco não mostrou cartão.

30'​ Jogo paralisado para atendimento do lateral-direito Léo, do Atlético-PR.

29' ​Léo consegue impedir o cruzamento de Centurión, mas ficou caído sentindo dores.

​26' Fecha as pernas!​ Centurión aplica uma linda caneta no jogador atleticano, mas na sequência Thiago Heleno corta o cruzamento do argentino.

23' ​O Atlético-PR já passa a ter mais a bola, mas não consegue propor o jogo, pois erra muitos passes. Autuori não está nada satisfeito na área técnica.

22' UHHH!​ Cobrança de falta de Ewandro para a área, e o zagueiro Wanderson cabeceou para o chão e a bola foi por cima do gol de Dênis.

19' ​Léo chega forte em Centurión, mas Daronco não mostra o cartão. Bauza foi à loucura com a atitude do árbitro.

16' ​São Paulo parte para a pressão, mas não consegue levar perigo pois Centurión e Bruno cruzaram errado, facilitando os cortes da defesa atleticana.

​15' UHHHHHHHH!!​ Ótimo passe de Kardec para Ytalo, que bate à direita do gol de Wéverton. Bola passou muito perto.

14' Cartão Amarelo para Otávio​, do Atlético-PR

13' ​Ytalo e Kardec trocam bons passes, mas a troca é interrompida após erro do centroavante.

11' ​Alan Kardec se mostrou incomodado com as luvas que usava, e as jogou fora.

9' ​Posse de bola: São Paulo 63% x 37% Atlético-PR

6' ​Na cobrança de lateral a favor do furacão, o árbitro Anderson Daronco marcou a reversão, bola do São Paulo. Isso é algo que não se vê todo dia.

5' ​São Paulo fica mais com a bola e a trabalha com paciência e precisão.

2' NO TRAVESSÃO! ​Cobrança magistral do zagueiro Maicon e a bola foi no travessão de Wéverton e explodiu em cima da linha. Quase o primeiro gol do jogo.

1'​ Falta perigosa para o São Paulo. Centurión foi derrubado perto da meia-lua

BOLA ROLANDO! COMEÇA SÃO PAULO X ATLÉTICO-PR, JOGO VÁLIDO PELA 7ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO!

Um minuto de silêncio.

Hino Nacional Brasileiro sendo executado no Morumbi. Daqui a pouco a bola rolará para esse jogão.

Equipes em campo

A arbitragem será de Anderson Daronco (RS). O gaúcho será auxiliado por Alexandre Pruinelli Kleiniche e Lucio Beiersdorf Flor, ambos do Rio Grande do Sul.

ATLÉTICO-PR CONFIRMADO! Paulo Autuori também definiu o time titular do furacão: Weverton; Léo, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Deivid e Pablo e Marcos Guilherme; Ewandro e André Lima

SÃO PAULO CONFIRMADO! Edgardo "Patón" Bauza manda a campo o seguinte time: Denis, Bruno, Maicon, Lugano, Matheus Reis; Thiago Mendes, João Schmidt, Ytalo; Kelvin, Centurión e Kardec

​A temperatura no Morumbi nesse momento é de 7ºC. Jogo transcorrerá sob muito frio.

Desfalque de última hora! ​Após chegar com a delegação no Morumbi, o argentino Calleri​ recebeu a notícia de que seu melhor amigo na Argentina veio a falecer hoje. O atacante deixou o estádio chorando.

O confronto, válido pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, é tão importante quanto os do final da competição, pois, ano após ano, muitos times lamentam pontos que não poderiam ser perdidos, principalmente os do começo do torneio.

Na semifinal da Libertadores, o Tricolor, mesmo sem atuar com seu time considerado titular na maioria das partidas, começou bem no Brasileirão e já é o sexto colocado, com dez pontos ganhos, apenas três atrás do líder Corinthians e a dois do G-4.

A última partida foi no domingo (5), quando, no Mineirão, a equipe bateu o Cruzeiro por 1 a 0, com gol de Ytalo, que está substituindo Paulo Henrique Ganso, na Seleção Brasileira.

Já o Furacão não empolgou tanto nesse início de disputa. Com duas vitórias, um empate e três derrotas na competição, a equipe do técnico Paulo Autuori ocupa a 13ª posição, com sete pontos.

No último sábado (4), os atleticanos receberam o Santa Cruz e com um golaço de Deivid venceram por 1 a 0 e saíram da zona de rebaixamento do campeonato.

O histórico do confronto entre as duas equipes é bem disputado, com uma leve vantagem ao São Paulo. Além de ter vencido uma a mais no Brasileirão, são 15 contra 14, além de outros 16 empates, o Tricolor ainda bateu os paranaenses na final da Libertadores de 2005 no duelo mais marcante entre os clubes.

Na ocasião, os times empataram em 1 a 1 no Beira-Rio, e, no Morumbi, o São Paulo aplicou uma goleada de 4 a 0, conquistando a América pela terceira vez em sua história.

A vantagem da equipe de Edgardo Bauza aumenta ainda mais no palco da partida de hoje. Isso porque o Furacão não vence os tricolores no Morumbi há 33 anos.

Após jogar quatro partidas com Alan Kardec, em má fase, hoje o São Paulo poderá voltar a contar com Jonathan Calleri. O argentino é o jogador da equipe que mais marcou no ano, e, embora esteja sem fazer gols desde o final de abril, quando empatou o jogo contra o The Strongest-BOL, o atacante é o artilheiro da Libertadores, balançando a rede oito vezes em 12 partidas.

Apesar do jejum, o técnico Edgardo Bauza não se preocupa com seu matador. “Todos os goleadores ficam incomodados quando não marcam. O gol é sua vida. Mas isso não me preocupa, pois Calleri oferece ao time mais coisas do que o gol. Isso vai chegar, é só ele seguir buscando”, afirmou o treinador.

Patón também fez questão de elogiar Diego Lugano. O uruguaio, ídolo da torcida tricolor, já não está mais no auge de sua forma física, porém, mesmo assim, tem se superado e, sem Rodrigo Caio, irá fazer sua quarta partida seguida na temporada, demonstrando muita garra e uma disposição de se doar ao time acima do normal, mesmo aos 35 anos.

“A cabeça do Lugano sempre disse que ele podia mais do que qualquer coisa. Quando a cabeça se propõe a fazer algo, o atleta sempre alcança esse objetivo. E Lugano é desse tipo de jogador. Tem uma cabeça impressionante e um desejo que superou as dores, como o problema na coluna que teve outro dia. Temos trabalhado e conversado sempre com ele. Vi que respondeu muito bem. E espero que faça uma boa partida, assim como as últimas que fez", elogiou.

Embora tenha os gringos à disposição, o treinador, mais uma vez, terá uma série de desfalques. Além de Ganso e Rodrigo Caio, na Seleção Brasileira, Bauza não poderá contar também com os lesionados Mena, que se machucou na Seleção Chilena, Michel Bastos, Hudson, Wesley, Carlinhos, Breno e o colombiano Wilder Guizao.

Para quebrar o jejum de 33 anos sem vitórias no Morumbi, o Atlético-PR garante que não ficará apenas marcando o São Paulo. Paulo Autuori quer uma equipe que saiba se defender sim, mas que também, quando tiver a bola, ataque e leve perigo aos mandantes, mantendo o estilo de jogo do seu time.

"O clube quer um futebol condizente com a grandiosidade que tem e, por isso, vamos propor o jogo. Falo aqui em coragem e cobro sempre, você jogar sempre igual, onde for. Esse é o objetivo, não se apequenar. Temos que ser mais cirúrgicos na hora de definir porque, em todos os jogos, tivemos oportunidades para isso", afirmou o treinador.

A equipe aposta muito em Ewandro para surpreender na partida de hoje. O garoto, cria de Cotia e emprestado pelo São Paulo até o final do ano, com passe estipulado em 1 milhão de euros vem sendo um dos grandes destaques do Furacão, e, juntamente com os atacantes André Lima e Walter, recebeu elogios do comandante, mesmo com a equipe tendo marcado apenas cinco gols até aqui na competição.

"Durante a semana, enfatizamos bem essa situação. São jogadores que estão acostumados a fazer gols, já demonstraram isso ao longo do tempo, mas há momentos em que isso acontece. Temos que ser mais cirúrgicos na hora de definir porque, em todos os jogos, tivemos oportunidades para isso, mesmo naqueles em que não ganhamos", disse Autuori.

O estádio do Morumbi será o palco da partida entre São Paulo x Atlético-PR, válida pelo Brasileirão 2016.

FIQUE DE OLHO São Paulo x Atlético-PR: Calleri. Artiheiro do tricolor no ano, o argentino, que só ficará no clube até o fim da Libertadores, é a esperança de gols do time comandado por Bauza. (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

FIQUE DE OLHO São Paulo x Atlético-PR: Walter. O camisa 18 está mais magro, e após 'tomar' o lugar de André Lima no time titular, quer garantir a confiança de Paulo Autuori. (Foto: Site oficial do Atlético-PR)

Confira a posição de ambas as equipes na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro 2015.

# CLASSIFICAÇÃO PT JG
06º São Paulo 10 06
13º Atlético-PR 07 06

Conforme ordenado pela CBF, todos os títulos de nomenclaturas referentes ao Campeonato Brasileiro foram unificadas. Com isso, Santos e Palmeiras são os maiores campeões com oito títulos. São Paulo aparece logo atrá com seis conquistas. Confira a lista completa.

EQUIPES NÚMERO DE TÍTULOS
Santos (SP) 8 (1961, 1962, 1963, 1964, 1965, 1968, 2002 e 2004)
Palmeiras (SP) 8 (1960, 1967, 1967, 1969, 1972, 1973, 1993 e 1994)
São Paulo (SP) 6 (1977, 1986, 1991, 2006, 2007 e 2008)
Flamengo (RJ) 6 (1980, 1982, 1983, 1987*, 1992 e 2009)
Corinthians (SP) 6 (1990, 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015)
Fluminense (RJ) 4 (1970, 1984, 2010 e 2012)
Vasco da Gama (RJ) 4 (1974, 1989, 1997 e 2000)
Cruzeiro (MG) 4 (1966, 2003, 2013 e 2014)
Internacional (RS) 3 (1975, 1976 e 1979)
Grêmio (RS) 2 (1981 e 1996)
Botafogo (RJ) 2 (1968,1995)
Bahia (BA) 2 (1959 e 1988)
Atlético (MG) 1 (1971)
Atlético (PR) 1 (2001)
Coritiba (PR) 1 (1985)
Sport (PE) 1 (1987*)
Guarani (SP) 1 (1978)

O Campeonato Brasileiro de 1987 ficou marcado pelas polêmicas entre Flamengo e Sport. Na época sendo chamada de Copa União, os cariocas triunfaram no Módulo Verde, enquanto os pernambucanos venceram o Módulo Amarelo. Porém, descumprindo o regulamento, a equipe do Rio de Janeiro nao compareceu ao quadrangular final e foi eliminado foi W.O. Com isso, a CBF concedeu o título ao Leão da Ilha.

Contando com 2016, o Campeonato Brasileiro se faz presente em sua 59ª edição. Antes mesmo de ser chamado de Brasileirão, o torneio já foi nomeado com Roberto Gomes Pedrosa e da Taça Brasil. Mesmo com nomenclaturas diferentes, todos os títulos foram unificados pela CBF.

Atualmente o Campeonato Brasileiro segue a fórmula de pontos-corridos, modelo adotado à partir de 2003. Para melhor divisão no calendários e cotas para televisão, o modelo de mata-mata foi abolido do torneio, sendo exclusivamente dedicado a Copa do Brasil.

O Campeonato Brasileiro é torneio de maior peso a nível nacional no Brasil. Acima da Copa do Brasil e dos Campeonatos Estaduais, o Brasileirão contém quatro divisões no calendário atual, tendo início em maio e terminando no fim de novembro.

Boa noite, torcedor e leitor da VAVEL Brasil! Acompanhe agora o confronto entre São Paulo x Atlético-PR válido por mais uma rodada do Campeonato Brasileiro 2016! Fique conosco nesta grande partida!