Após cartão vermelho, Lugano admite exagero em reclamação: "Minha expulsão foi justa"

Uruguaio esbravejou contra árbitro durante o clássico com Santos e foi para o vestiário mais cedo

Após cartão vermelho, Lugano admite exagero em reclamação: "Minha expulsão foi justa"
Lugano desfalca o São Paulo contra o Fluminense (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Na tarde deste domingo, São Paulo e Santos foram adversários no "Clássico da Paz", pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Em prol da paz nos estádios, as equipes chegaram ao Pacaembu no mesmo ônibus, incentivando que torcedores tenham respeito com seus rivais, e que as diferenças fiquem apenas dentro dos gramados.

Com um gol nos primeiros segundos de jogo, o Santos saiu do primeiro tempo com o placar por 2 a 0 a seu favor. Na segunda etapa, com um golaço de Lucas Lima, de falta, consolidou a vitória no San-São. 

No calor do jogo, o ídolo e um dos líderes do atual São Paulo, Diego Lugano, exagerou na reclamação e foi expulso da partida, saindo do gramado totalmente indignado. Com o término da partida, e mais calmo, o uruguaio admitiu ter "falado demais", mas declarou que o árbitro não foi justo. 

"O jogo já estava decidido a favor do mandante. O juiz falhou ao não marcar uma falta clara em cima do Carlinhos, que ele sofre um carrinho. Depois, o lance continua e, após um choque normal com o Gabriel, ele marca a falta. Sai o terceiro gol, a torcida festeja e isso me fez reclamar novamente. Acho que exagerei. De cabeça fria, reconheço que minha expulsão foi justa", declarou Lugano. 

O zagueiro ainda afirmou que a vitória santista foi justa, que foi feito o possível para reverter o placar, mas a partida já havia sido decretada. "Nós tentamos de tudo no segundo tempo, fomos à frente, pressionamos, mas eles foram superiores o tempo todo. O Santos mereceu a vitória na partida e nós temos que procurar a reação nas próximas partidas"- completou o jogador. 

O São Paulo tem como próximo adversário o Fluminense, nesta quarta-feira (29), no Morumbi, às 21h45. Com 15 pontos, o Tricolor Paulista caiu na tabela, ocupando a 10ª posição, quatro a menos que o último time da zona de classificação, o Corinthians.