São Paulo recusa proposta do Sevilla por Ganso e visa renovação de contrato com meia

Tricolor rejeitou oferta pelo meia já que o objetivo do clube é renovar seu contrato com o atleta

São Paulo recusa proposta do Sevilla por Ganso e visa renovação de contrato com meia
Tricolor irá renovar seu vínculo com Ganso (Foto: Reprodução /Rubens Chiri / saopaulofc.net)

O que era rumor há algum tempo se concretizou de oficial por parte do Sevilla enviando ao São Paulo uma proposta pelo meia Paulo Henrique Ganso. A informação foi confirmada pela diretoria do clube do Morumbi.

Para tal recusa, os diretores do tricolor alegam que tem como prioridade a extensão do atual vínculo com o meia, que se encerra no ano que vem e também para que todos se mantenham concentrados na decisão que o São Paulo terá nos dois confrontos contra o Atlético Nacional nos dias 6 e 13 de julho pelas semifinais da Copa Libertadores.

Segundo especulações, a oferta seria na ordem de oito milhões de euros, algo em torno de 29,6 milhões de reais pela totalidade dos direitos econômicos do jogador. O São Paulo é dono de 32% dos direitos, enquanto que os 68% restantes pertencem ao Grupo DIS. Também segundo relatos o salário do meia seria na ordem de 683 mil reais.

Vale lembrar que Ganso, um dos principais nomes e entre os destaques do atual elenco, tem contrato até setembro de 2017, porém já há conversas para uma possível renovação. Em julho, uma reunião foi realizada na capital paulista e teve ambas as partes mostrando otimismo para um possível final feliz. As tratativas já haviam se iniciado nesse período até pela já imaginada valorização que o jogador teria com a boa participação do clube no torneio continental e também por sua convocação para a seleção brasileira.

Os entraves para uma possível extensão tem se dado especialmente na parte financeira, com o staff do jogador e o clube não se entendendo sobre como serão os vencimentos do meia nesse novo contrato. Com o clube enfrentando ainda um momento delicado no aspecto de orçamento e procurando definir um teto salarial, o atleta também vê nesse novo vínculo uma boa possibilidade ter uma boa compensação salarial, também agora podendo considerar um possível interesse do futebol europeu.