São Paulo confirma o retorno de Ricardo Gomes ao comando da equipe

De 2009 a 2010, Ricardo Gomes comandou o São Paulo e esteve perto de levar importantes títulos, que acabaram "escapando" por pouco

São Paulo confirma o retorno de Ricardo Gomes ao comando da equipe
Após seis anos, Ricardo Gomes retorna ao São Paulo (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Seis anos se passaram, agora, técnico e clube se encontram outra vez. Neste sábado (13), o São Paulo confirmou o retorno de Ricardo Gomes ao comando do time profissional, no lugar de Edgardo Bauza que saiu para tomar posse da seleção argentina. O desejo da torcida, ou pelo menos grande parte dela, era pela vinda de outro técnico estrangeiro, fato que de acordo com as passagens dos últimos dois técnicos, agradou os são-paulinos. Mas, a busca por um substituto não foi fácil, então um brasileiro seria a melhor opção. 

André Jardine, técnico do sub-20, seguia como interino da equipe profissional, e permanece até domingo, quando o São Paulo enfrenta o Botafogo, às 16h15, no Morumbi, pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro 2016

Segundo Leco, presidente do clube, o retorno de Ricardo ao comando significa  também um reconhecimento pelos serviços prestados em sua passagem anterior. "Decidimos pelo Ricardo Gomes não só pela competência demonstrada em seus resultados, mas também pelo registro de uma personalidade correta. É um profissional de indiscutível liderança, o que nos dá segurança e tranquilidade sobre o trabalho que será realizado. O retorno do Ricardo ao São Paulo significa também o reconhecimento de um trabalho importante que foi desenvolvido entre 2009 e 2010”, declarou Leco. 

Como técnico do São Paulo de 2009 a 2010, Ricardo Gomes teve o tetracampeonato do Campeonato Brasileiro em mãos, mas o título escapou por pouco. Foram 73 jogos, 38 vitórias, 15 empates e 20 derrotas, num total de 59% de aproveitamento. 

Além do campeonato nacional, a Copa Libertadores da América também foi alvo do técnico, que teve a equipe eliminada nas semifinais, pelo critério de gol fora de casa, com a defesa menos vazada da história da competição. Números que fazem do comandante, um profissional de confiança do clube, assim como declarou o presidente. 

Ricardo será apresentado no início da próxima semana, e assumirá a equipe diante do Internacional, no domingo (21), no Beira Rio.