Com empate na estreia, Ricardo Gomes destaca: "Não será agora que estaremos com o melhor futebol"

Com um ponto ganho fora de casa, o São Paulo segue fora do G-4 com apenas 27 pontos

Com empate na estreia, Ricardo Gomes destaca: "Não será agora que estaremos com o melhor futebol"
O treinador demonstrou insatisfação com a partida, e declarou que esperava mais da equipe (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

Na tarde deste domingo (21), São Paulo e Internacional se enfrentaram no Beira Rio, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Na estreia de Ricardo Gomes ao comando do São Paulo, os planos para sair com os três pontos fora de casa ficaram apenas na vontade. Saindo na frente com um pênalti marcado por Cueva, o Tricolor Paulista tinha a vitória até os 39 minutos do segundo tempo, mas num constante erro na troca de passes, o Colorado conseguiu empatar a partida. E ainda, contou com a boa atuação de Denis para não tomar a virada, além de um pênalti desperdiçado por Valdívia.

De volta ao São Paulo, Ricardo Gomes destacou a parte defensiva da equipe, mas salientou a forma como a equipe deixou o adversário explorar a área são-paulina. "Nosso primeiro tempo foi melhor, e mesmo assim no primeiro chute no gol com 30 minutos. Entramos bem defensivamente, mas o jogo não estava fluindo. Conseguimos o gol e a partir daí teve um certo domínio do São Paulo. Entramos na partida até, no máximo, dez minutos do segundo tempo, conseguimos jogar e depois o Inter tomou conta do jogo. Isso foi a realidade, não tivemos nenhuma possibilidade de aumentar, não foi um segundo tempo que eu esperava", declarou o treinador. 

Com apenas uma semana de trabalho, Ricardo Gomes apontou que a equipe passa por um momento de "transição", e necessitará de um tempo para se organizar, o que exige paciência dos torcedores que anseiam por uma reviravolta do clube no segundo turno do clube na competição.

"Não vai ser na quarta nem no domingo que vamos estar com o melhor futebol possível, os jogadores estiveram com dois treinadores por mais tempo, e claro que quando você muda o comando o jogador precisa se adaptar. Estou evitando fazer muita coisa, é uma fase de transição, mas mesmo assim esperava mais do nosso time", completou o raciocínio.

Além do Campeonato Brasileiro, o São Paulo passa a ter mais uma missão a cumprir na temporada. Na próxima quarta-feira (24), o clube dá seus primeiros passos na Copa do Brasil 2016 - título de cobiça do clube, que não possui nenhuma taça em sua galeria. Não apenas a conquista interessa, como também, uma vaga para a Copa Libertadores da América 2017, que é assegurada pelo campeão da competição nacional. O primeiro adversário do Tricolor Paulista é o Juventude. A partida de ida será no Morumbi, às 21h45.