Ricardo Gomes analisa derrota no Choque-Rei: "Tivemos dificuldade de executar nosso jogo"

Treinador tricolor afirmou que rival teve méritos, mas São Paulo errou muito; zagueiro Luiz Eduardo critica ex-diretor executivo de futebol

Ricardo Gomes analisa derrota no Choque-Rei: "Tivemos dificuldade de executar nosso jogo"
Ricardo Gomes aposta em evolução do São Paulo no decorrer das rodadas (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

A crise no São Paulo parece não ter fim. Nesta quarta-feira (7), quando Chávez abriu o placar diante do Palmeiras, no Allianz Parque, o torcedor são-paulino chegou a acreditar que a fase ruim ia passar, mas os gols de Mina e Vitor Hugo foram uma ducha de água fria, deixando a torcida tricolor cada vez mais preocupada com o time, rodada a rodada, chegando mais próximo da zona de rebaixamento.

Ainda sem vencer no comando da equipe, Ricardo Gomes analisou o atual momento do São Paulo: "O time teve garra, empenho, mas isso é pouco para o São Paulo. Tivemos dificuldade de executar nosso jogo, devido à pressão do Palmeiras. Sinceramente, a situação não é agradável, estamos a dois pontos, mas pelo que vi, do empate contra o Inter, o empate contra o Coritiba, vejo evolução do time. Acho que vamos crescer e não vamos passar sufoco, apesar da má colocação".

Não bastasse a crise no campo, há ainda turbulências no comando do clube. Logo após o clássico, em nota oficial, o São Paulo anunciou a demissão do agora ex-Diretor Executivo de Futebol Gustavo Oliveira. Filho de Sócrates e sobrinho de Raí, o dirigente vinha sendo alvo constante de protestos da torcida, principalmente pela falha na montagem do elenco, que se desfez após a eliminação da Libertadores e não houve reposição à altura. Marco Aurélio Cunha, que trabalhou na última era vitoriosa do clube, deve receber convite do presidente Leco.

Contratado durante a gestão de Gustavo, o zagueiro Luiz Eduardo, que jogou algumas partidas no ano passado antes de se machucar, não poupou críticas ao dirigente. Logo após a confirmação do demissão, o defensor postou em uma rede social: "Não entende nada de futebol, nunca chutou uma bola e ainda é mal caráter. Já foi tarde".

A próxima chance do Tricolor Paulista de afastar a crise e se distanciar da zona de rebaixamento será no próximo domingo (11), pelo Campeonato Brasileiro, quando recebe o Figueirense, no Morumbi, às 11h. O jogo ganha ainda mais importância pelo fato de, agora, os times serem adversários diretos. O Tricolor está na 13ª colocação, com 28 pontos, enquanto o Figueira é o 15º, com 27.