Ricardo Gomes parabeniza postura da equipe, mas alerta: "Temos que fazer alguma coisa diferente"

Contente com a determinação em campo, treinador acredita que algumas melhorias trarão bons resultados nas próximas rodadas

Ricardo Gomes parabeniza postura da equipe, mas alerta: "Temos que fazer alguma coisa diferente"
Oscilando, o time ainda não consegue bons resultados e amarga a segunda passagem de Ricardo Gomes no clube (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)

A intenção de vencer dentro de casa tinha um motivo a mais: neste domingo (2), o Morumbi completa 56 anos desde sua primeira partida de inauguração, em 2 de outubro de 1960. A esperança de casa cheia existia, mas pouco mais de 29 mil torcedores compareceram ao estádio. Se a procura por ingressos não alegrou a diretoria, o empate tampouco. 

Em partida paralela, São Paulo e Flamengo não passaram da vontade de vencer. De um lado, a dificuldade de criar jogadas a partir do meio-campo amedrontava a torcida são-paulina que clama por uma reviravolta na competição. Do outro, apesar de possuir a posse de bola, o Flamengo caiu diante da boa marcação adversária e foi parado pelas mãos do goleiro Denis, que novamente, atuou bem. 

Apesar da igualdade, Ricardo Gomes destacou o desempenho da equipe durante a partida e apontou as falhas. “Foi um jogo equilibrado demais, essa vitória seria muito importante, o time se portou muito bem, mas não conseguimos desequilibrar, só em dois lances. É pouco, então temos que melhorar essa parte ofensiva, na parte defensiva o time teve boa atuação, no meio também anulamos os melhores jogadores do Flamengo, mas é pouco, queremos ficar mais que organizados”, analisou o comandante. 

“No primeiro tempo começamos muito bem e o Flamengo equilibrou, a mesma coisa aconteceu no segundo tempo. Tivemos uma bela chance no segundo tempo, e eles também tiveram uma. Então até nas chances mais claras houve muito equilíbrio”, completou. 

Pensando no próximo compromisso, o treinador acredita que a equipe demonstrar a vontade imposta diante do Flamengo, com adversário que está por vir, um bom resultado pode ser conquistado. “Os dois times estão em situação desconfortável na tabela, o jogo será na casa do adversário, mas se a gente jogar como jogamos hoje tenho confiança em um bom resultado pela postura que tivemos. É verdade que estamos melhor em casa do que fora, e precisamos subir. Temos que fazer alguma coisa diferente”, finalizou. 

Na quarta-feira (5), o São Paulo enfrenta o Sport na Ilha do Retiro, às 21h45. Com 35 pontos, o Tricolor Paulista ocupa a 13ª posição na tabela, e permanece sob alerta para os últimos colocados e pertencentes ao Z-4.