Maicon admite pressão após derrota no clássico, mas acredita em volta por cima

Capitão da equipe reconhece falhas da equipe, mas segue apostando em evolução para as oito últimas partidas na competição

Maicon admite pressão após derrota no clássico, mas acredita em volta por cima
Maicon aposta em evolução da equipe para evitar rebaixamento (Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC)

Após nova derrota no Campeonato Brasileiro, no clássico diante do Santos, a equipe do São Paulo voltou a ver de perto a zona de rebaixamento. Com o revés, o Tricolor Paulista completou cinco partidas sem vitória na competição, somando 36 pontos conquistados, apenas três acima da zona de descenso.

Ao final da partida, o capitão são-paulino Maicon admitiu que o resultado irá trazer ainda mais pressão aos jogadores, mas acredita na recuperação do time nas últimas rodadas."Uma grande equipe como o São Paulo não pode estar na parte debaixo da tabela. A pressão é enorme. É uma situação incômoda, mas temos que reverter isso nos próximos jogos. Vamos dar a volta por cima", declarou o zagueiro após o clássico.

O zagueiro ainda destacou que a falta de objetividade frente ao gol foi fator determinante para a derrota diante do rival, um problema constante para o time que possui o terceiro pior ataque da competição com 28 gols marcados, na frente de Figueirense, com 27 gols, e América-MG com 19."Nosso time teve oportunidade de marcar gol mais de uma vez, mas ficou no quase. Temos que trabalhar ainda mais para começarmos a aproveitar estas oportunidades e colocar a bola pra dentro das redes" completou Maicon. 

Com discurso semelhante o companheiro de zaga, Rodrigo Caio, corroborou as palavras do capitão tricolor, destacando a dificuldade da equipe em marcar gols, mas enfatizando a dedicação dos atletas em campo."Não colocamos a bola para dentro, temos muita dificuldade com isso. A gente vai dar nosso melhor,  é o que estamos fazendo, não faltou vontade e disposição, faltou o gol. Agora temos três dias para jogar com o Fluminense e somar pontos", disse Rodrigo Caio.

O São Paulo volta a campo na próxima segunda-feira (17), quando enfrenta a equipe do Fluminense às 20h, no Rio de Janeiro.