São Paulo usa a base, vence a Ponte e se afasta da zona de perigo

Atletas de Cotia foram destaques na partida e levaram o São Paulo a mais uma vitória na competição

São Paulo usa a base, vence a Ponte e se afasta da zona de perigo
Com duas vitórias seguidas, o São Paulo fica entre os classificados para a Copa Sul-Americana (Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC)
São Paulo
2 0
Ponte Preta
São Paulo : Denis; Wesley, Lyanco, Rodrigo Caio e Eugenio Mena; Thiago Mendes, João Schmidt, David Neres (Wellington), Cueva e Kelvin (Luiz Araújo); Pedro Bortoluzo (Chavez). Técnico: Ricardo Gomes
Ponte Preta: Aranha, Nino, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Wendel (Thiago Galhardo) e Maycon; Rhayner, Clayson (Felipe Azevedo) e Roger (William Pottker). Técnico: Eduardo Baptista
Placar: Cueva (9/1ºT) e David Neres (36/2ºT)
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (PE)

Na tarde deste sábado (22), São Paulo e Ponte Preta duelaram pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro sob olhares de mais de 49 mil torcedores. Utilizando alguns dos destaques das categorias de base, Ricardo Gomes viu o oportunismo dos jovens atletas que, junto aos medalhões, levaram o Tricolor Paulista a mais uma vitória. Com gols de Cueva e David Neres, o clube chegou aos 42 pontos, ocupando a 11ª posição na tabela. Sete pontos separam o São Paulo do Z-4, distância esta, que reergue os ânimos em busca das primeiras posições. 

Na próxima rodada, o Tricolor Paulista irá até o Independência enfrentar o lanterna América-MG, na segunda-feira (31), às 20h. Já a Macaca enfrenta o Sport na Ilha do Retiro, quinta-feira (27), às 20h30. 

Vantagem no primeiro tempo 

O São Paulo começou elétrico, buscando o gol, que chegou com somente nove minutos de jogo. Mena tabelou com Pedro Bortoluzo e cruzou, Fábio Ferreira cortou com a mão dentro da área e Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. Cueva bateu no canto direito e abriu o placar, São Paulo 1 a 0. Após o gol, a equipe visitante quase empatou. Maycon bateu com desvio na zaga são-paulina, com muito perigo, em seguida, Clayson bateu forte para boa defesa de Denis. 

Apesar da posse de bola do Tricolor Paulista, seu espaçamento em campo permitia chegadas perigosas da Ponte. Aos 38 minutos, a Macaca teve sua melhor chance na partida. Após escanteio cobrado por Reinaldo, Denis falhou, na tentativa de afastar a bola, Rodrigo Caio acertou a própria trave e a redonda voltou em cima do goleiro tricolor.

Macaca desperdiça oportunidades e David Neres define a partida

No intervalo, Eduardo Baptista tirou Roger, que levou amarelo e está suspenso na próxima rodada, e colocou William Pottker. No segundo tempo, a Ponte partiu para cima, mas esbarrava na boa defesa do São Paulo. Aos nove minutos, João Vitor recebeu de Pottker e bateu colocado, levando perigo. O Tricolor tentava chegar nos contra-ataques, mas esbarrava em seus próprios erros. 

Aos 15 minutos, Ricardo Gomes sacou Bortoluzo e colocou Chavez. O argentino cobrou falta com muito perigo e forçou boa defesa de Aranha. Aos 30 minutos, Reinaldo tabelou com Maycon e bateu cruzado, assustando os torcedores no Morumbi. Com o fim próximo, a Macaca perdeu sua melhor chance no jogo. Pottker, em posição legal, recebeu e avançou livre, ficando cara a cara com Denis, mas acabou perdendo a oportunidade de empatar a partida. Como diz o ditado "quem não faz, leva", Chavez rolou para Thiago Mendes que acertou a trave, no rebote, David Neres marcou. Em fase de transição entre base e equipe profissional, o atacante marcou seu primeiro gol. Com o resultado, o São Paulo praticamente garante sua permanência na primeira divisão em 2017. Já a Ponte Preta permanece na 10ª colocação com 45 pontos, distanciando-se do G-6.