Lucão se diz perseguido pela torcida e desabafa: "Logo estou indo embora"

Ao participar de mais uma falha defensiva do time, o zagueiro revelou na saída de campo que em breve deixará equipe tricolor

Lucão se diz perseguido pela torcida e desabafa: "Logo estou indo embora"
Lucão diz estar de saída após falha (Foto: Divulgação / São Paulo)

Na tarde deste domingo (18), depois de três vitórias, um dos melhores aproveitamentos como mandante e invicto em sua casa, o São Paulo teve sua primeira derrota no Morumbi pelo Campeonato Brasileiro diante do Atlético Mineiro por 2 a 1. Com o resultado, o tricolor desceu para a 13ª colocação, podendo ser ultrapassado por Sport e Cruzeiro. Já o Galo sai da zona de rebaixamento e começa a reagir na competição.

Criticado por falha no lance do segundo gol dos mineiros, o zagueiro Lucão declarou em entrevista, após a partida, que se sente perseguido pela torcida, o que não vem facilitando seu trabalho e acabou declarando estar de saída do elenco.

“Se eu tivesse chutado e a bola passado, era um lance normal. Era um dos poucos que não poderia errar, mas errei. Para a alegria de muitos torcedores. Mas já estou indo. É normal a torcida pegar no pé. Para alegria de muitos, já, já, estou indo embora. Então, tranquilo", disse o zagueiro revelado em Cotia.

Lucão tem contrato com o time do Morumbi até o dia 3 de junho de 2019. No ano passado, foi especulada sua saída junto a negociação do zagueiro Maicon com o Porto-POR, porém, não se concretizou. O rival Santos também sondou o atleta, mas não iniciou negociação.

Além do camisa 4, o time conta com os zagueiros: Rodrigo Caio, Maicon, Lugano, Douglas e o garoto Éder Militão. O clube já tentou as contratações dos zagueiros Cleber (Santos) e Luiz Otávio (Chapecoense), ambos sem sucesso e atualmente negocia com Arboleda (Universdad Cátolica - EQU) e Aderlan Santos (Valência – ESP).

O gol são-paulino foi marcado pelo atacante Marcinho, que também reforçou as falhas defensivas e frisou a importância de corrigir as falhas da equipe para não perder pontos jogando em casa.

"Quando temos erros coletivos atrás, levamos gols. Temos que dar uma atenção nisso. Se quisermos brigar em cima, temos que melhorar. Não podemos perder em casa. Agora é pensar no Atlético-PR e na primeira vitória fora de casa", afirmou o atacante.

Os comandados de Rogério Ceni agora se preparam para a próxima rodada, que acontece na quarta-feira (21) contra o Atlético-PR na Arena da Baixada, onde o tricolor paulista jamais venceu.

Sao Paulo FC