Após inúmeras reviravoltas, São Paulo acerta venda de Centurión ao Genoa

Atacante esteve muito próximo de fechar em definitivo com o Boca Juniors, mas nova polêmica envolvendo o jogador 'brecou' o negócio

Após inúmeras reviravoltas, São Paulo acerta venda de Centurión ao Genoa
Criticado por parte da torcida, Centurión atuou por um ano e meio pelo Tricolor (Foto: Brazil Photo Press/CON/Getty Images)

Uma das maiores novelas dos últimos anos envolvendo o São Paulo finalmente chegou ao seu fim nessa quinta-feira (27). O clube acertou a venda em definitivo do atacante Ricardo Centurión ao Genoa. Os italianos desembolsaram aproximadamente € 3,5 milhões por 70% dos direitos do argentino. O jogador já está em Gênova, e deve ser anunciado oficialmente pelo clube italiano em breve.

+  Baggio indica Centurión como seu herdeiro, mas avisa: "Tem que melhorar fora de campo"

Um dos pontos curiosos envolvendo o destino de Centurión aconteceu na semana passada, quando a negociação com o próprio Genoa era dada como certa. Mas uma nova proposta do Boca Juniors, clube defendido pelo atacante na temporada passada, fez o jogador deixar tudo de lado e viajar as pressas para acertar com os xeneizes. O valor oferecido pelos argentinos ainda era superior ao pago pelo Genoa, cerca de € 4,2 milhões (o mesmo valor pago pelo São Paulo para adquirir o atleta em 2015).

+ Após empate, Petros acredita em apoio da torcida para São Paulo subir na tabela

No início do ano, Centurión chegou a aparecer embriagado em uma concentração do Boca

Contudo, um novo capítulo surgiu no final de semana, quando Centurión se envolveu em mais uma confusão em Buenos Aires. O jogador teria se recusado a tirar foto com torcedores em uma casa noturna, e segundo alguns deles, o atleta acompanhado de seus amigos teria quebrado aparelhos celulares dos envolvidos. 

O histórico explosivo do atacante chegou a ser motivo de discussão entre mandatários do Boca durante toda a última temporada, dividindo opiniões se o clube buscaria ou não acertar sua compra. Diante do novo episódio negativo envolvendo a imagem de Centurión, o clube logo desistiu de sua contratação, causando a 'ira' do jogador que retomou sua negociação, até enfim, acertar com o Genoa.

Dentro de campo, Centurión herdou a 10 de Tevez e foi um dos principais responsáveis pela conquista do Campeonato Argentino (Foto: Amilcar Orfali/Getty Images)
Dentro de campo, Centurión herdou a 10 de Tevez e foi um dos principais responsáveis pela conquista do Campeonato Argentino (Foto: Amilcar Orfali/Getty Images)

Cria das bases do Racing de Avellaneda, Centurión chegou ao profissional em 2011, chamando logo a atenção com seus dribles desconcertantes. Dois anos depois, acertou por empréstimo com o mesmo Genoa que irá defender agora, mas em sua primeira passagem atuou por apenas 12 partidas, sem balançar as redes. No ano seguinte, foi comprado pelo São Paulo com o auxílio do empresário (e atual diretor do São Paulo) Vinícius Pinotti.

Após um início promissor, com gols importantes na Copa Libertadores da América, Centurión caiu de rendimento. Aos poucos foi perdendo espaço e sempre que obtinha oportunidades não conseguia as aproveitar. Ao todo, o argentino disputou 81 partidas pelo clube do Morumbi, indo as redes em oito ocasiões.


Share on Facebook