Dorival ameniza empate e exalta reação da equipe: "Saí daqui satisfeito com o que vi"

A torcida Tricolor sonhava com uma vitória, pra continuar lutando pelo sonho da libertadores, porém a equipe empatou em 2 a 2 com a Chape

Dorival ameniza empate e exalta reação da equipe: "Saí daqui satisfeito com o que vi"
Foto: Divulgação / São Paulo FC

Na noite desta quarta-feira, o São Paulo recebeu a Chapecoense, pela 33º rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória era fundamental para que a equipe de Dorival Júnior se tranquilizasse ainda mais na competição e o sonho da libertadores se mantivesse vivo.

Porém, um susto, na metade do primeiro tempo, a Chape abriu o placar, com Wellington Paulista e assistência de Reinaldo, a equipe da casa foi pro vestiário amargando a derrota.

Na volta para os últimos 45 minutos, o Tricolor voltou melhor, porém viu Reinaldo, de pênalti ampliar o placar.

A torcida já esperava o pior, quando Dorival arriscou e botou todas suas esperanças no ataque. Gilberto e Maicossuel entraram, e dos pés do camisa 17 saiu o primeiro gol do tricolor. O São Paulo então reagiu e com Arboleda empatou a partida. Ao apito final, Dorival Junior comentou sobre o poder de reação do time do Morumbi

“Tentamos jogando por dentro, por fora, criando oportunidades, e alcançamos com merecimento o empate, que para nós tem sabor especial. Tem, sim, tem que ser valorizado, comemorado. Queríamos um resultado melhor. Mas eu acho que em uma noite em que as coisas não aconteçam com naturalidade, ainda assim o empate, da forma como foi conseguido, me faz sair daqui satisfeito com o que vi da equipe” disse Dorival em entrevista ao programa Troca de Passes da SPORTV.

Apesar de a torcida sonhar com a libertadores, Dorival admitiu que não faz contas para se classificar a principal competição das Américas

“Não faço contas. Torço e trabalho por um futebol de consistência. O São Paulo tem capacidade para isso e jogaremos em busca de pontos.” comentou.

O técnico também, amenizou as críticas da torcida para o jogador Shaylon, que jogou no lugar de Cueva, que se prepara para o confronto diante da Nova Zelandia, pela repescagem da Copa do Mundo “É muito difícil achar alguém que se assemelha a um grande jogador como Cueva. Mas o Shaylon não se omitiu, tentou criar, ser importante, e é muito jovem ainda. Teve muita coragem, vigor e participou, sem se omitir. Daqui a pouco, com mais jogos, mostrará condição. Promete muito e precisamos valorizar. Cueva vive grande momento, e nos fará falta, mas temos de buscar soluções no plantel” analisou

Para finalizar, Dorival comentou sobre as chances de rebaixamento da equipe “O São Paulo esteve próximo da zona de rebaixamento por muito tempo, mas conseguiu certa estabilidade e, quem sabe, podemos pensar mais. É importante o ponto somado hoje, mas queremos mais e nos consolidar” e continuou

“Não deixou de assustar, mas estamos próximos do primeiro objetivo. Quando consolidar, dentro das nossas possibilidades, podemos lutar por uma nova condição. Dos últimos 12 pontos, fizemos 10, aproveitamento excelente, próximos do líder do segundo turno.” finalizando