Copa do Brasil: Tudo que você precisa saber sobre Madureira x São Paulo

Equipe paulista leva vantagem no retrospecto no Estádio do Café, palco do duelo desta quarta-feira

Copa do Brasil: Tudo que você precisa saber sobre Madureira x São Paulo
Ambas as equipes vêm de derrotas em seus campeonatos estaduais (Foto: Divulgação/Sãopaulofc.net)

A Copa do Brasil dá a sua largada oficialmente nesta quarta-feira (31), e para dar o pontapé inicial à competição, o Madureira recebe o São Paulo em partida válida pela primeira fase da competição. O confronto acontece em Londrina, no Estádio do Café, local que fora designado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol). 

Por motivos de infraestrutura do estádio que abriga a capacidade para uma transmissão televisiva, ao contrário do Conselheiro Galvão. A casa oficial do clube carioca no qual não comporta as exigências solicitadas pela entidade futebolística.

Breve história dos donos da casa

O Madureira Esporte Clube foi fundado em 1914 por um grupo de comerciantes da região do Rio de Janeiro em fusão com o então presidente do Madureira Atlético Clube, Uassir do Amaral. Entretanto, o clube só se tornou oficialmente Madureira Esporte Clube em 1971, com a fusão de diversas áreas do esporte, como o tênis e o basquete. Contudo, os fundadores mantiveram o ano em que os comerciantes do subúrbio carioca criaram a primeira junção da agremiação.

Desde a sua fundação, o clube carioca foi vice-campeão do campeonato carioca de 1936, e já conta com 70 participações da Taça Guanabara, sendo o oitavo time que mais participou do torneiro.

Já no século XXI, o Madureira se sagrou vice-campeão da Taça Rio de 2006, sendo o campeão do segundo turno do campeonato estadual. Em 2010, o maior feito da história do clube aconteceu com a classificação para uma divisão profissional do Campeonato Brasileiro, obtendo o acesso para a Série D, na qual conseguiu ser vice-campeão da temporada 2011, caindo na semifinal para o América-AM

A campanha feita em 2011 foi o maior feito do Tricolor Suburbano em uma competição oficial da CBF. Desde então, o Madureira ocupa a série D.

Histórico positivo para o tricolor no Estádio do Café

Apesar de não estar em boa fase, tanto na técnica, quanto na psicológica, a equipe de Dorival Júnior tem um retrospecto positivo no estádio paranaense. Em 13 confrontos no Paraná, o tricolor paulista venceu dez vezes e um empate e duas derrotas. No Estádio do Café, o São Paulo jogou por cinco vezes, onde venceu três, um empate e uma derrota.

Além do histórico, o São Paulo marcou cerca de 38 gols e sofreu apenas 17 gols sofridos, com a sua última visita ao estádio municipal ocorreu em 2017, também pela Copa do Brasil, contra a equipe do PSTC-PR, onde venceu por 4 a 2.

Escalações

Ambas as equipes devem vir com força máxima, entretanto, os elencos ainda seguem em início de temporada e não estão na sua forma física ideal.

Com a derrota no clássico contra o Corinthians no último sábado (27), o tricolor deve vir com força máxima, além de contar com o peruano, Cueva, que vive um momento conturbado com a comissão técnica, após reclamações por não ser relacionado nas partidas.

Portanto, o tricolor deve vir em um 4-3-3 com: Sidão; Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar; Jucilei, Araruna e Shaylon; Marcos Guilherme, Diego Souza e Brenner.

Já os cariocas devem vir com a mesma equipe na qual enfrentou o Fluminense pela taça Guanabara, onde saíram derrotados por 2 a 1. Entretanto, os XI iniciais do Tricolor Suburbano devem vir em um 4-4-2 com: Douglas; Danrlei; Edmário; Felippe Formiga; Renan; Rezende; Leandro Carvalho; Douglas Lima; William; Luciano Maminho e Souza.