Dunga afirma não ter visto irregularidade em gol anulado do Equador

Treinador não quis falar muito sobre o assunto, mas disse que não conseguiu ver com clareza o lance

Dunga afirma não ter visto irregularidade em gol anulado do Equador
(Foto: Getty Images)

A Seleção Brasileira fez sua estreia na Copa América Centenário com um empate em 0 a 0 ante o Equador. Depois de um resultado considerado ruim para o Brasil, o técnico Dunga abordou a qualidade de seu time na entrevista coletiva e o lance polêmico do gol anulado dos adversários.

"Tentamos chegar à vitória de todas as formas. A equipe se comportou bem e saiu jogando sempre, buscando as triangulações e infiltrações", comentou o treinador. "O Equador pressionava, mas a gente conseguia fazer a saída e as inversões. Temos que trabalhar mais as conclusões e diversificar mais", completou.

Sobre o desempenho da equipe, ele ainda vê muito espaço para evolução do grupo. "Temos que melhorar em tudo. Futebol não é só defesa ou ataque. Nós sabíamos como o Equador joga e como são concentrados taticamente, mas não aproveitamos as oportunidades", disse.

O treinador não quis comentar muito sobre o polêmico gol anulado do Equador. Na jogada, Bolaños recebeu a bola em profundidade e, sem ângulo, chutou em cima de Alisson. O ex-goleiro do Internacional falhou e a bola entrou. Porém, o árbitro da partida afirmou que a bola havia saído. "De onde eu estava era difícil ver, mas os jogadores que estavam perto disseram que saiu", falou.

O treinador ainda fez questão de elogiar os adversários: "O Equador é muito forte fisicamente, é compacto e tem um contra-ataque em velocidade. Nossa defesa conseguiu marcar bem e não deu espaço".

O próximo desafio da Seleção Brasileira é contra o Haiti, dia 8, quarta-feira, em Orlando, no Citrus Bowl, às 20h30 (de Brasília).