CBF inclui Fernando Prass e Thiago Silva em pré-convocação para os Jogos Olímpicos

De acordo com site, o goleiro de 38 anos seria chamado em eventual não liberação de Ederson, enquanto zagueiro voltaria à Seleção na busca pelo ouro

CBF inclui Fernando Prass e Thiago Silva em pré-convocação para os Jogos Olímpicos
Goleiro do Palmeiras pode ter sua primeira chance na Seleção Brasileira (Foto: Getty Images)

A Confederação Brasileira de Futebol incluiu o goleiro Fernando Prass, do Palmeiras, e o zagueiro Thiago Silva, do Paris Saint-Germain, na pré-lista de jogadores convocados para disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto. A lista foi enviada na tarde da última quarta-feira (15) para a Fifa, e os atletas são dois dos jogadores com mais de 23 anos relacionados para disputar o torneio. A informação é do site Globoesporte.com.

A lista completa do técnico Rogério Micaele não foi divulgada pela CBF, que precisa fazer a convocação final de 18 nomes no próximo dia 29. Destes, três podem ter acima de 23 anos, e o único nome certo é o de Neymar, que já garantiu sua liberação junto ao Barcelona. O ex-coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi, também anunciou antes de ser demitido do cargo, no início da semana, que Douglas Costa também já havia conquistado a liberação pelo Bayern de Munique. Willian, do Chelsea, é outro dos cotados para uma vaga. Por não se tratar de uma competição oficial da Fifa, os times não tem obrigação de liberar atletas para o torneio.

Aos 38 anos, Fernando Prass pode ter sua primeira chance pela Seleção Brasileira. A pré-convocação do goleiro, capitão e maior destaque do Palmeiras, pode vir a curar uma necessidade na equipe, uma vez que o possível titular, Ederson, foi cortado da seleção principal na Copa América Centenário e não tem presença garantida no torneio do Rio de Janeiro: nesta quinta, o portal Goal divulgou que o Benfica não liberaria o atleta. Assim, Prass seria convocado para assumir a camisa 1 em busca do ouro olímpico. Com Dunga, ex-técnico, os arqueiros normalmente convocados eram Alisson, ex-Internacional e hoje na Roma; Marcelo Grohe, do Grêmio; e Diego Alves, do Valencia. 

Já o nome de Thiago Silva se dá pela experiência. A cúpula da CBF acredita que um zagueiro com peso pode ser fundamental no torneio, e a escolha do camisa 2 do PSG não é à toa. Antigo capitão da Seleção, Thiago ficou marcado pelo choro nas cobranças de pênalti contra o Chile, na última Copa do Mundo, e, posteriormente, pelo infantil pênalti cometido na Copa América de 2015. No episódio, aliado a reclamações de seu estafe, havia perdido a braçadeira de capitão para Neymar. De acordo com o Globoesporte.com, a volta do defensor teria o aval do presidente da Confederação, Marco Polo del Nero. Fora da convocação para a Copa América Centenário, Thiago deve assumir a vaga que possivelmente seria de Mirada, capitao da seleção principal, mas que dificilmente conseguiria a liberação da Internazionale.

A convocação final dos 18 nomes que buscarão o ouro olímpico para o Brasil acontece no próximo dia 29, em coletiva de imprensa na sede da CBF.