Rumo à Olimpíada: Zeca, lateral do Santos

Dono da lateral-esquerda do Santos FC, Zeca está entre os 18 convocados da Seleção Olímpica junto com seus dois companheiros de clube, Thiago Maia e Gabriel.

Rumo à Olimpíada: Zeca, lateral do Santos
Rumo à Olimpíada: Zeca, lateral do Santos

Zé Carlos, ou Zeca, já foi convocado para 2 amistosos da seleção Olímpica, contra a República Dominicana e Haiti. Está em sua primeira atuação oficial com a seleção em busca o inédito ouro olímpico.

O lateral ambidestro com personalidade forte, já passou da água para o vinho no Santos. Criado nas categorias de base, o Menino da Vila desde os 12 anos, já teve idas e vindas com problemas pessoais na casa onde morou na sua primeira passagem. De não ser utilizado no time e ir jogar nos Estados Unidos, até que a luz no final do túnel conhecida como Dorival Jr. abriu as portas e tornou Zeca titular absoluto no time.

Paranaense de Paranavaí, com 22 anos, Zeca está feliz no clube, mesmo com propostas do PSG e Atlético de Madrid, ele mantém o foco em defender o clube mas também não cogita aceitar uma boa proposta. Cria da casa, o lateral-esquerdo do Peixe agradece ao clube por todas as oportunidades.

De pais separados, foi criado com os avós. Chegou a morar em Santos sem os parentes, enfrentou violência no lar por conhecidos enquanto atuava nas categorias de base do Santos e teve que deixar o clube por imposição dos avôs. A volta para o Paraná, chegou a atuar no Atlético-PR e voltou à São Paulo e atuou no América-SP. Sua volta para o Santos foi quando o preparador físico, Bolinha, o reconheceu enquanto estava como gandula, assim, conversou com os dirigentes do time para trazer Zeca novamente.

Foto: Ivan Storti/ Santos FC
Foto: Ivan Storti/ Santos FC

No Santos, nas categorias de bases Zeca ganhou: Copa São Paulo de Futebol Júnior (2013-2014) e Copa do Brasil sub-20 (2013). Seu primeiro jogo no profissional foi em 9 de março de 2014 contra o Oeste pela 13ª rodada do Campeonato Paulista, na Vila Belmiro pelo placar de 4x1, entrou no lugar de Emerson e Oswaldo de Oliveira era técnico. Com Oswaldo, Zeca deve bastante oportunidades, mas pela sequência de derrotas e pelo título que o time Alvinegro perdeu para o Ituano, fez com que Enderson Moreira assumisse, assim, Zeca era descartado do time.

Meu pensamento era ficar, sempre amei esse clube. Queria sair só por causa da oportunidade que não estava tendo. Como disse, Deus colocou o Dorival aqui. Acatei as palavras dele" em entrevista para o ge.com

Mesmo com Marcelo Fernandes no comando depois da saída de Enderson, Zeca continuou sem ser utilizado e recebeu a proposta de jogar no Columbus Crew, dos Estados Unidos. Mas no dia 12 de junho de 2015, último treino de Zeca e primeiro dia com o Dorival no comando, então a surpresa: Zeca estava escalado para o jogo contra o Figueirense na Vila. Então, veio a dúvida entre ficar no Santos (e esperar as oportunidades de Dorival) ou ir para o Estados Unidos (pois não tinha oportunidades no Peixe).

Com 88 partidas, 3 gols e dois títulos Paulista (2015-2016), o lateral marrento de bigode que gosta de ouvir Amado Batista é o homem de confiança de Dorival Junior, principalmente pelo desarme rápido por sua raça vestindo a camisa alvinegra.

Seu primeiro gol foi na partida de número 66, no dia 31 de março de 2016 pela 13ª rodada do Campeonato Paulista, contra a Ferroviária por 4x1 para o Peixe.

Zeca conseguiu uma oportunidade de vestir a camisa da Seleção pelo Santos e todo o passado se transformou em glórias. Com todas essas turbul~enciasE assim, amadureceu tanto como pessoa e profissionalmente. Este é o menino da Vila, nunca desiste.

Filha técnica

Nome completo: José Carlos Cracco Neto

Data de nascimento: Paranavaí (Paraná)

Local de Nascimento: 16 de maio de 1994 (22 anos)

Posição: Lateral

Altura: 1,69m

Clube atual: Santos (2006; 2009-até hoje)

Clube pelo qual atuou: América-SP e Atlético-PR (2006-2008)

Títulos: Copa São Paulo de Futebol Júnior (2013, 2014), Copa do Brasil Sub-20 (2013) e Campeonato Paulista (2015, 2016)