Rumo à Olimpíada: Rafaelle, zagueira do Changchun Yatai

Atleta baiana da Seleção Brasileira é exemplo de sucesso dentro e fora dos gramados

Rumo à Olimpíada: Rafaelle, zagueira do Changchun Yatai
Rumo à Olimpíada: Rafaelle, zagueira do Changchun Yatai, da China

Faltam poucos dias para que finalmente comecem os Jogos Olímpicos do Rio 2016. No último dia 12, Vadão, técnico da Seleção Brasileira Feminina, revelou as 18 jogadoras que estarão disputando o ouro olímpico à partir do próximo dia 03 diante da China.

Entre as escolhidas está a jovem zagueira Rafaelle, do Changchun Yatai, da China. A atleta e engenheira de 25 anos venceu o Pan-Americano do ano passado e disputou a última Copa do Mundo, também em 2015. Polivalente por atuar também na lateral-esquerda, Rafaelle não obteve problemas ao se transferir para o luxuoso futebol chinês, e garantiu sua vaga entre as defensoras que estarão lutando no Rio 2016 após duas medalhas de prata em Atenas e Pequim.

Trajetória

"Fafá", como era chamada durante as categorias de base, sempre foi destaque desde seu primeiro clube, o São Francisco da Bahia. Contudo, desde jovem a atleta se dividia entre o esporte e os estudos. Aplicada nos dois campos, Rafaelle acabou passando no vestibular de engenharia civil na Universidade Federal da Bahia enquanto já era convocada para as equipes de base da seleção canarinho.

Em seu primeiro mundial sub-20 na Alemanha, Rafaelle conheceu Leah Lynn. A brasileira com pais americanos acabou mostrando à Rafaelle um caminho praticamente perfeito para a mesma conciliar os dois ramos: o Estados Unidos. 

Rafaelle acabou se formando em engenharia e ao mesmo tempo atuou na equipe universitária da Universidade de Mississipi. Pouco tempo depois, após encantar os americanos, a então lateral acabou acertando com seu primeiro clube profissional, o Houston Dash.

Após boas temporadas atuando no Texas, Rafaelle recebeu o convite para se transferir ao Kansas FC, porém, optou por rescindir seu contrato com o clube para se apresentar à Seleção Brasileira. Foi então na disputa dos Jogos Pan-Americanos do Canadá que a atleta conheceria suas características como uma boa zagueira. O Brasil acabou perdendo Bruna Benites, titular da posição, foi nesta ocasião que Rafaelle acabou assumindo o lado esquerdo da zaga brasileira.

Durante a campanha vitoriosa que coincidiu no título, Rafaelle foi a melhor jogadora na semifinal ao marcar dois gols diante do México 

Mesmo com os exemplos negativos do futebol masculino, Rafaelle acertou no início do ano com os chineses do Changchun Yatai. Entretanto, isso não atrapalhou os planos de sua carreira já que Vadão chamou a atleta para a disputa dos jogos do Rio-2016.

 

 

Rafaelle quando atuava pela Universidade de Mississipi (Foto: Joshua McCoy/ Ole Miss Athletics)

Expectativa

Experiente e podendo contribuir em duas funções, Rafaelle busca repetir no Rio de Janeiro os mesmos feitos conquistados pela seleção nas categorias de base e nos torneios disputados no ano passado. Para ela, a eliminação para a Austrália na última Copa do Mundo, também realziada em 2015 também deve servir como lição.

"Nós estávamos um pouco abaladas. Temos essa medalha como incentivo e estímulo para a Olimpíada. Dá uma moral grande. A gente precisava desse ouro para trabalhar focada na Olimpíada, já que agora não temos mais nenhuma competição oficial até lá”, revelou Rafaelle.

“Tenho feito o meu melhor. Estou muito feliz em vestir a camisa da Seleção, ainda mais nas Olimpíadas. Teremos o apoio e a cobrança da torcida o que será muito importante para nós”, declarou.

Ela ainda lembrou da situação que a colocou na posição pela qual foi convocada para a competição mais importante de sua carreira.

“O Vadão me disse: você é alta, marca bem e eu não tenho quem colocar na zaga, você faz?. Apesar de não estar preparada para atuar nessa posição, eu aceitei o desafio”, contou.

(Foto: FIFA/ Getty Images)

Ficha técnica

Nome: Rafaelle Leone Carvalho Souza

Data de nascimento: 18 de junho de 1991

Local de nascimento: Salvador, Bahia

Altura: 1,76m

Clube atual: Changchun Yatai-CHI

Clubes onde passou: São Francisco (2010-2014); Houston Dash (2014-2015); Changchun Yatai (2016)