Micale pede apoio da torcida e elogia África do Sul após empate: "Equipe bem postada"

Treinador brasileiro entende que apoio dos torcedores será fundamental aos jogadores, que entendem a sua responsabilidade

Micale pede apoio da torcida e elogia África do Sul após empate: "Equipe bem postada"
Foto: Koji Watanabe/Getty Images

O Brasil no futebol masculino estreou com empate na Olimpíada do Rio na tarde desta quinta-feira (4), frente à Africa do Sul que em um determinado momento da partida ficou com um jogador a menos, o que poderia ser usado à favor da equipe brasileira. Após o jogo, porém, críticas vieram das arquibancadas e de muitos pontos do território nacional. O treinador da Seleção Olímpica, Rogério Micale, avaliou o que foi o jogo em seu ponto de vista, além de pedir apoio dos brasileiros. 

Depois de um jogo em que o Brasil teve nas mãos a chance de vencer, o triunfo não veio em Brasília. A parte defensiva dos sul-africanos, porém, não pode ser deixada de lado na análise de Micale, visto que conseguiram suportar bem algumas pressões que o Brasil impôs ao longo do embate. Além disso, o treinador não deixou de lembrar pontos positivos que seus comandados mostraram. 

"Em alguns momentos da partida, creio que fizemos uma boa partida. Tiveram algumas horas no embate que conseguimos controlar bem. Jogamos contra uma equipe forte fisicamente, bem postada e que se aproveitava de bolas longas a Dolly nas costas de Zeca, buscando um dois para um. O apoio em velocidade deles foi bem forte", observou.

"Devido a responsabilidade que temos [de disputar uma Olimpíada em casa], acredito que foi normal o nervosismo dos atletas durante 15 minutos. Com um homem a mais, conseguimos trabalhar muito na zona onde ficamos mais tempo trabalhando: na área do adversário. A equipe, no entanto, está de parabéns", afirmou o técnico.

Por fim, Micale pediu o apoio da torcida brasileira, visto que a equipe joga em casa e busca o primeiro ouro em Olimpíadas. "O apoio vai motivar, ajudar os atletas. Precisamos disso e sabemos que ele é importante", lembrou Rogério.

O Brasil agora volta a campo no próximo domingo (22), contra o Iraque, às 22h, horário de Brasília.