Neymar fala sobre críticas e comparação com Marta: "Fico muito feliz"

Jogador parou para falar com a imprensa na zona mista e comentou sobre o resultado e o momento da Seleção

Neymar fala sobre críticas e comparação com Marta: "Fico muito feliz"
(Foto: Nelson Almeida/Getty Images)

Diferente do que fez após o empate contra o Iraque, Neymar parou para conversar com a imprensa depois da goleada brasileira por 4 a 0 contra a Dinamarca, em Salvador. O jogador falou sobre a vitória e as críticas que está recebendo, além de citar a comparação com Marta e o exemplo de Rafaela Silva.

Com muita desconfiança rondando a Seleção nos últimos meses, Neymar comentou sobre as críticas que ele e o time vêm recebendo: "Chateado a gente fica sim, principalmente quando não é uma crítica construtiva e sim maldosa, realmente ficamos chateados, mas sabemos que faz parte, então eu peço que nos apoiem, que se for para criticar, seja uma crítica construtiva, e que apoiem todos os atletas, não só do futebol. O gente está em um Olimpíada, são muitas modalidades e que às vezes a gente acaba não ganhando, não fazendo nosso melhor tempo, nosso melhor jogo".

A judoca Rafaela Silva recentemente ganhou a primeira, e até agora única, medalha de ouro do Brasil nos Jogos Olímpicos. Neymar aproveitou o exemplo para comentar o momento que vive: "Aconteceu com a lutadora de judô, a Rafaela Silva, que na Olimpíada passada perdeu e foi muito criticada, falaram que ela era uma vergonha para o Brasil, hoje ela deu a volta por cima e saiu como heroína, a gente que nós atletas vivemos nesse mundo entre o céu e o inferno, então a gente tem que manter a calma, se juntar com a nossa família, porque são eles que no momento difícil, no momento triste, aguentam a nossa tristeza. Só tenho a agradecer a minha família, aos meus amigos e ao grupo, nossa união é o que nos fortalece e nos faz crescer".

O jogador, que estava mancando e com dores no tornozelo na zona mista, mas não quis comentar sobre, afirmou que está satisfeito com o que foi apresentado diante da Dinamarca e pediu apoio. "Estamos felizes pela partida, pelo que a gente fez dentro de campo, pelo que a gente produziu. Não me importo em fazer gol. O importante é jogar bem e que meus companheiros vençam. Queríamos vencer desde o início, mas às vezes o resultado não vem, o gol não sai, isso faz parte do futebol. Sei que é difícil, mas peço que a torcida tenha paciência e não nos critique, mas dê apoio porque é isso que queremos receber, carinho e ajuda do povo", disse.

Em Brasília, diversas vezes a torcida puxava o canto "Marta é melhor que Neymar". Além disso, a imprensa comparou diversas vezes os camisas 10 da seleção feminina e da masculina. Sobre o assunto, Neymar foi só elogios à rainha do futebol feminino: "A Marta é uma grande futebolista, a melhor do mundo. Eu tenho orgulho dela ser brasileira, dela nos representar, não só no Brasil, como fora também. Espero que elas consigam o tão sonhado ouro no futebol feminino. Estou na torcida e torço também para que ela faça gols. Fico muito feliz de ser comparado com a Marta, que é a melhor do mundo". 

O Brasil conquistou a classificação como primeiro do grupo e enfrentará a Colômbia nas quartas de final no próximo sábado, na Arena Corinthians, em São Paulo, às 22h (de Brasília).