Neymar desencanta, Brasil vence Colômbia e avança às semifinais na Olimpíada

Neymar e Luan garantiram a classificação do Brasil diante da Colômbia

Neymar desencanta, Brasil vence Colômbia e avança às semifinais na Olimpíada
Foto: Reuters
Brasil
2 0
Colômbia
Brasil: Weverton; Zeca, Rodrigo Caio, Marquinhos e Douglas Santos; Walace, Renato Augusto, Luan e Neymar; Gabriel (Thiago Maia, min. 21'/2ºT) e Gabriel Jesus (Rafinha Alcântara, min. 43'/2ºT). Técnico: Rogério Micale.
Colômbia: Bonilla; Palacios, Tesillo, Balanta e Borja; Lerma, Barrios (Pérez, min. 0'/2ºT) e Andres Roa (Arley Rodríguez, min. 34'/2ºT); Téo Gutiérrez, Pabón e Preciado (Miguel Borja, min. 0'/2ºT). Técnico: Carlos Restrepo.
Placar: 1-0, min. 12'/1ºT, Neymar. 2-0, min. 38'/2ºT, Luan.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela fase quartas de final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, realizado no estádio de Itaquera, em São Paulo (SP).

Na noite deste sábado (13), o Brasil garantiu a classificação às semifinais dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Com gols de Neymar e Luan, a seleção brasileira venceu a Colômbia por 2 a 0, em jogo realizado na Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo.

No primeiro tempo, o Brasil foi superior com a bola no pé e Neymar desencantou com um golaço de falta. A Colômbia, por sua vez, só foi superior em dar pontapés. Na etapa final, os colombianos pouco deram trabalho e a seleção brasileira apenas administrou o placar, ainda sendo premiada no fim do jogo com um belo gol de Luan.

Nas semifinais, o adversário do Brasil será Honduras - que já eliminou a Argentina na fase de grupos e  Coréia do Sul nas quartas de final. A semifinal entre Brasil e Honduras será na próxima quarta-feira (17), no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 13h (de Brasília).

Neymar marca seu primeiro gol na Rio 2016 e coloca Brasil em vantagem; Colômbia só bate

O primeiro tempo foi pegado do início ao fim. Os colombianos mostraram que jogariam marcando firme os brasileiros. Aos dez minutos, Gabriel Jesus levou uma cotovelada e o lance causou reclamações e trocas de empurrões. Na cobrança da falta, Neymar caprichou e abriu o placar para o Brasil. Foi o primeiro gol do camisa 10 nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Aos 24 minutos, a Colômbia criou sua primeira boa jogada de perigo. Após cobrança de falta, Weverton afastou de soco e a bola sobrou nos pés de Palacios na entrada da área, mas o atacante colombiano chutou por cima. Pouco depois, aos 27, o Brasil tentou responder com Luan, mas o atacante brasileiro pegou mal e mandou longe.

Depois disso, o futebol foi trocado por diversos pontapés. Aos 40 minutos, Neymar - que tanto apanhou no primeiro tempo - deu uma rasteira forte em Andres Roa. Os colombianos não gostaram e armou uma confusão. O camisa 10 do Brasil levou apenas cartão amarelo no lance. Na sequência do primeiro tempo, os jogadores da Colômbia fizeram rodízio de faltas em Neymar - que resultaram em dois cartões amarelos. Sem mais tempo para faltas, as equipes foram para o intervalo com Brasil na frente.

Luan marca e garante classificação do Brasil às semis

A Colômbia resolveu jogar bola no início do segundo tempo e levou perigo ao gol do Brasil. Aos cinco minutos, Borja ganhou de Rodrigo Caio e finalizou, mas Weverton espalmou. No rebote, Pabón parou no goleiro brasileiro de novo.

O Brasil teve um pênalti não marcado aos oito minutos, quando Luan finalizou e a bola bateu no braço de Balanta. O árbitro, porém, mandou seguir o lance. Aos dez minutos, a defesa da Colômbia vacilou, mas o ataque brasileiro vacilou mais ainda. Luan, de frente para o goleiro, demorou a finalizar e foi abafado. No rebote, a finalização de Walace parou na defesa.

A blitz brasileira continuou. Aos 17 minutos, Neymar levou perigo em finalização de fora da área. Pouco depois, aos 20, foi a vez de Rodrigo Caio parar no goleiro colombiano. Depois disso, o jogo ficou morno, com o Brasil administrando mais a partida enquanto a Colômbia pouco levava perigo. Mas aos 38 minutos, Luan aproveitou passe de Neymar e finalizou da entrada da área, sem chances para o goleiro e garantindo a classificação do Brasil às semifinais.