Recordar é viver: Luis Fabiano dá show e Brasil vence hermanos dentro da Argentina

Brasil e Argentina se enfrentaram pela última vez em Eliminatórias da Copa em 2009, em Rosário

Recordar é viver: Luis Fabiano dá show e Brasil vence hermanos dentro da Argentina
No último Brasil e Argentina pelas Eliminatórias, Kaká participou de dois dos três lances da vitória (Montagem: Hogo Alves/ VAVEL Brasil))

O último confronto entre Brasil e Argentina foi muito favorável para os brasileiros. No placar final, 3 a 1 para a seleção canarinha. Na classificação antecipada, a vaga garantida em cima do maior rival. Vendo tudo isso, do banco de reservas, ninguém menos que Diego Maradona, um dos personagens mais polêmicos do esporte e que faz parte da eterna discussão de quem é o Rei do Futebol.

O jogo aconteceu no dia 05 de setembro de 2009, válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da África do Sul, no Estádio Gigante de Arroyito, em Rosário. Para o Brasil, a classificação veio com três rodadas de atencedência. O resultado deixou os argentinos na quarta colocação. 

O nome do jogo foi Luis Fabiano, que marcou dois dos três gols, além de Kaká, que participou de duas assistências e foi um dos melhores em campo. O outro gol brasileiro foi de Luisão. Jesús Dátolo descontou para a Argentina. A frente da seleção canarinha estava Dunga.

O clima no estádio era de pressão da torcida Argentina e até mesmo de guerra, com torcedores arremessando objetos dentro do gramado. O goleiro Júlio César quase fora atingido por uma bomba durante o aquecimento. Mesmo assim, o Brasil conseguiu superar a adversidade e impor o talento com a bola rolando. 

Vale destacar que o confronto marcou a volta do Imperador Adriano à seleção. Ele entrou no segundo tempo, faltando 13 minutos para acabar a partida e substituiu Luis Fabiano.

Escalação das seleções 

Dunga escalou o time titular para o clássico sul-americano com Julio César, Maicon, Lucio, Luisão, André Santos; Gilberto Silva, Felipe Melo, Elano, Kaká; Robinho e Luis Fabiano.

Os titulares argentinos foram Andújar, Zanetti, Sebá Dominguez, Otamendi, Heinze; Mascherano, Véron, Maxi Rodriguez, Dátolo; Messi e Tevez.

Brasil domina o primeiro tempo

Apesar da Argentina começar pressionando desde o começo, com Messi fazendo boa jogada, a seleção brasileira conseguiu abrir o placar primeiro. Após cobrança de falta de Elano, aos 23 minutos, o zagueiro Luisão, livre na pequena área, conseguiu cabecear. A bola ainda pingou antes de entrar no canto esquerdo do gol.

O segundo gol veio aos 29 minutos, novamente após cobrança de falta. A bola bateu na barreira e Kaká conseguiu aproveitar a sobra, mas chutou e bateu no defensor argentino. Após a confusão, Luis Fabiano aproveitou o rebote para empurrar para o fundo das redes.

Argentina marca no segundo tempo, mas Brasil faz o terceiro e sela o resultado

Os Hermanos conseguiram diminuir a diferença no placar aos 19 minutos do segundo tempo com um golaço. Dátolo recebeu a bola e dominou para chutar de longe. Fora da grande área, o jogador acertou um chute com a perna esquerda no canto superior de Júlio César, não dando chances de defesa.

Mas a esperança de encostar no placar não durou nem dois minutos, e a resposta brasileira veio também com um belo gol. Em velocidade e pela direita, Luis Fabiano tocou por cobertura e encerrou o placar da partida. 

Reencontro

Brasil e Argentina voltam a se reencontrar em Eliminatórias da Copa do Mundo na próxima quinta-feira (9), no Estádio Mineirão, às 21h45 (Brasília). O Brasil é líder das Eliminatórias sul-americanas com 21 pontos. A Argentina é a sexta, com 16 pontos. Quatro primeiros se classificam para o munial de 2018, a Rússia.