Fifa multa CBF por cantos homofóbicos em jogos da Seleção Brasileira

Confederação verde e amarela recebeu a quarta sanção pelo mesmo motivo; incidente ocorreu na Arena do Grêmio

Fifa multa CBF por cantos homofóbicos em jogos da Seleção Brasileira
Foto: Getty Images

Nesta segunda-feira (2), a Fifa anunciou uma nova punição à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em decorrência do mau comportamento de torcedores brasileiros em jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo. A confederação verde e amarela foi multada em 10 mil francos suíços (R$ 32,5 mil), por gritos homofóbicos no jogo contra o Equador, em agosto, na Arena do Grêmio.

Além da multa, a entidade máxima do futebol advertiu à CBF por uma cerimônia realizada antes do jogo em Porto Alegre, sem autorização dos órgãos competentes. Na partida em questão, a Seleção Brasileira derrotou o Equador por 2 a 0.

A CBF é recorrente em multas pela Fifa quando o assunto é a conduta imprópria de torcedores. Nesta mesma edição das Eliminatórias Sul-Americanas, a entidade brasileira recebeu punição pelo mesmo motivo em outras três oportunidades: diante da Colômbia, na Arena da Amazônia, Bolívia, na Arena das Dunas, e Paraguai, na Arena Corinthians. No total, foram 90 mil francos suíços (cerca de R$ 296 mil) pagos por conta da atitude irresponsável de alguns torcedores.

Cada vez mais firme no combate à cultura de cantos discriminatórios nos estádios, a Fifa monitora regularmente o comportamento de torcedores durante as partidas das Eliminatórias. A Argentina também foi sancionada por incidentes ocorridos no jogo contra a Venezuela e recebeu multa de 35 mil francos suíços. Na América Latina, Peru, Chile, Uruguai e México também já receberam punições.

Já garantida na Copa da Rússia 2018, a Seleção Brasileira volta a campo na próxima quinta-feira (5), diante da Bolívia, no Estádio Hernando Siles, em La Paz, às 17h (de Brasília). Para fechar as Eliminatórias, o Brasil receberá o Chile, na Arena Palmeiras, no dia 10 de outubro, às 20h30. 

Seleção Brasileira