Tite destaca importância de estudar todos os adversários: "Preparação tem que ser total"

Treinador ainda lamentou o fato da Seleção ter jogos distantes da sua base de preparação, em Sochi

Tite destaca importância de estudar todos os adversários: "Preparação tem que ser total"
Tite ressaltou a ausência de seleções importantes (Foto: Shaun Botterill/Getty Images)

Nesta sexta-feira (1º), em Moscou, capital da Rússia, foi realizado o sorteio dos grupos da Copa do Mundo 2018, que será disputada no país. Ao final do sorteio, ficou definido que a Seleção Brasileira teria um dos grupos mais equilibrados da competição, já que os adversários serão Suíça, Costa Rica e Sérvia.

Presente na cerimônia, Tite, técnico da Seleção Brasileira, ressaltou que por se tratar de uma Copa do Mundo, outros aspectos devem ser analisados, como o equilíbrio habitual na competição, citando seleções que fizeram boas campanhas nas últimas copas e acabaram sucumbindo. Além disso, destacou a importância de estudar todos os adversários.

"O Mundial tem características interessantes, importantes, próprias. Nós nos remetemos a uma Copa do Mundo, onde o primeiro dos últimos três campeões tá fora, onde o terceiro colocado da última também está fora, nos remetemos ao Chile, bicampeão da Copa América fora. A preparação tem que ser total, na sua plenitude, estudando todos os adversários, independente de quais eles sejam", afirmou.

Escolhendo Sochi como local de preparação no país da Copa, o Brasil pegou uma tabela em cidades distantes. Minimizando isso, Tite afirmou que isso era um fator que era incontrolável no sorteio. Segundo ele, a Seleção Brasileira já tem outros locais mais perto de onde serão os jogos de primeira fase. 

"Isso me preocupa, mas nós não tínhamos como controlar essa variável. Conversando com o Edu (coordenador técnico da Seleção Brasileira), nós vimos e temos outros locais, mas colocando que, apesar da distância que tem, esse transporte, essa agilidade para chegar é importante, independente de a gente estar jogando em outros locais. Gostaríamos que fosse Sochi, mas infelizmente não é", explicou.