Oswaldo lamenta expulsão de Rithely: "Estava otimista para o segundo tempo"

Treinador do Sport minimiza erros da arbitragem e aponta saída do volante como prejudicial para esquema da equipe

Oswaldo lamenta expulsão de Rithely: "Estava otimista para o segundo tempo"
Técnico rubro-negro destaca lances fundamentais ao resultado final (Foto: Williams Aguiar/Sport)

Desde que assumiu o comando do Sport, logo depois da demissão de Falcão, Oswaldo de Oliveira ainda não sabe o caminho das vitórias. Na tarde deste sábado (14), contra o Flamengo, o Leão foi derrotado na partida de estreia do Campeonato Brasileiro 2016 por 1 a 0 e iniciou o certame nacional com o pé esquerdo, em jogo marcado por arbitragem polêmica.

Apesar dos eventuais erros no duelo de abertura, o treinador leonino lamentou mais a expulsão do volante Rithely, um dos lances citados e que gerou contestação por parte da torcida. Oswaldo destacou que a ausência do cabeça de área fez a equipe perder o poder de reação em campo, ficando sem saber como reagir, apesar de ter como superar a desvantagem numérica.

"Eu estava otimista para o segundo tempo, mas aí teve a expulsão, o que desmontou o que a gente tinha preparado. Isso tirou o poder de reação do nosso time. A partir do gol tomado, o Sport conseguiu se impor em campo e, com isso, teve mais posse de bola e criou chances, tanto que fez o gol", disse o comandante após o compromisso.

Indignações à parte, o técnico dos rubro-negros contestou bastante os lances decisivos, mas comentou que o paulista Marcelo Aparecido de Souza é bom profissional. Oliveira, entretanto, ainda enfatizou o bom rendimento que o time obteve em campo ao não tomar mais gols, mesmo sem ter alcançado o empate.

"O jogo teve dois momentos decisivos: o gol de Vinícius, que todo mundo viu que não estava impedido e a expulsão de Rithely. Guerrero tomou amarelo e depois fez uma falta por trás que merecia outro. Conheço esse árbitro e ele é bom, mas infelizmente errou contra o Sport. Mesmo depois que o Flamengo ficou com vantagem numérica, os jogadores se multiplicaram e souberam neutralizar de forma segurá-los", encerrou.

O compromisso seguinte dos pernambucanos no Brasileirão, pela 2ª rodada, será somente às 18h30 do próximo domingo (22), na Ilha do Retiro. A equipe retorna a Recife para encarar o Botafogo, buscando os primeiros três pontos na competição, visando iniciar na condição de mandante com saldo positivo. Os botafoguenses, porém, fazem a estreia nesse domingo (15), às 11h, diante do São Paulo também no sul fluminense.