Oswaldo de Oliveira blinda elenco e exalta reação do Sport na reta final contra Fluminense

Comandante destaca vontade do grupo na busca pela vitória nos minutos finais, comparando com o empate heroico diante do Atlético-MG

Oswaldo de Oliveira blinda elenco e exalta reação do Sport na reta final contra Fluminense
Treinador do Leão enaltece importância da chegada de Ronaldo Alves e Rogério, ainda não oficializados (Foto: Williams Aguiar/Sport)

A tarde deste domingo (19) em Recife, na Ilha do Retiro, foi de muita emoção à torcida do Sport. No embate contra o Fluminense, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, mais uma vez o Leão não se deixou abater em campo e arrancou a vitória por 2 a 1, com golaço de Diego Souza, nos últimos minutos. O segundo triunfo no certame tirou o Leão da lanterna, embolando ainda mais a zona da degola.

Mesmo com o resultado positivo, parte do elenco leonino foi criticado pela torcida, o que deixou o técnico Oswaldo de Oliveira insatisfeito. Oswaldo minimizou possíveis erros e exaltou a superação em buscar o placar, relembrando a arrancada heroica no empate em 4 a 4 com o Atlético-MG, também como mandante, valorizando o camisa 87.

"Diego tem uma característica diferente, uma vez que a experiência e o talento influenciam muito. Em outras oportunidades, também o deixei mais adiantado, mas não deu muito certo. Graças a Deus, hoje deu e isso premia o grupo. Os meninos não merecem ficar nessa situação no campeonato, que é difícil, no entanto nossa torcida precisa reconhecer. Muitos times passam por um momento ruim e os torcedores precisam ajudar, pois isso é fundamental", afirmou Oswaldo, falando também a respeito da determinação do grupo em campo e da ausência de Renê, suspenso pelo terceiro amarelo.

"Essa reação ocorreu também diante do Atlético-MG e hoje o tempo era menor. A equipe soube reagir bem e conseguiu alcançar o resultado. Já vou preparar o Rodney (Wallace) para entrar na vaga de Renê, pois já vem fazendo a função. Não há possibilidade de usarmos três zagueiros, pois Ronaldo Alves segue sem estar à disposição, tal qual Henríquez", completou.

O comandante rubro-negro destacou ainda a necessidade de vencer a partida, pois tinha caído para a última colocação na classificação por conta de adversários diretos. Oliveira admitiu a falta de equilíbrio no plantel, que precisa também adquirir confiança para se afastar ainda mais da briga contra o rebaixamento.

"Um jogo importantíssimo, pois precisávamos vencer e pontuar para ganharmos confiança, a cada jogo que passa. Alguns jogadores estão confiantes, enquanto outros oscilam e precisamos manter o equilíbrio durante os 90 minutos. A entrada do (Rodrigo) Mancha foi mais para conter os ímpetos do Fluminense, que estava muito intenso no embate, além de dar maior liberdade a Diego Souza", declarou, enaltecendo possíveis contratações do zagueiro Ronaldo Alves e do atacante Rogério.

"Ronaldo Alves e Rogério provavelmente chegarão para ser titulares, porém dependerá apenas deles nos treinamentos. Vamos ver o que será possível fazer, uma vez que eles estão ainda sem o ritmo ideal à nossa equipe. Rogério tem boas características ofensivas e será bastante útil. Enquanto Ronaldo é mais líder dentro de campo, representando minha voz para os atletas", encerrou.

O êxito sobre o tricolor carioca, junto a resultados paralelos, deixa os pernambucanos na 17ª posição, com oito pontos dos 30 já disputados. Para deixar o Z-4, composto por equipes de mesma pontuação, o time da Praça da Bandeira precisa quebrar um tabu histórico contra o São Paulo, na próxima quinta-feira (23), às 21h, no estádio do Morumbi, buscando vencer pela primeira vez na história.