Sport faz sua melhor atuação na temporada, goleia Chapecoense e deixa Z-4

Evoluindo na competição nacional, Leão fez ótimo jogo coletivamente e passou com facilidade pelo Verdão Catarinense; equipe chega ao terceiro jogo sem perder e sai da zona de rebaixamento

Sport faz sua melhor atuação na temporada, goleia Chapecoense e deixa Z-4
Foto: Williams Aguiar/Sport
Sport
5 1
Chapecoense
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rithely, Rodrigo Mancha (Ronaldo, min 76), Everton Felipe, Diego Souza (Clayton, min 86) e Gabriel Xavier; Edmílson (Rogério, min 72). Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Chapecoense: Danilo; Gimenez, Marcelo, Willian Thiego e Cláudio Winck; Josimar, Cleber Santana e Rafael Bastos (Arthur Maia, min 65); Lucas Gomes (Ananias, intervalo), Bruno Rangel e Silvinho (Nenén, min 80). Técnico: Emerson Cris (interino).
Placar: 1-0, Rodney Wallace, min 10; 1-1, Ananias, min 46; 2-1, Rithely, min 54; 3-1, Rodney Wallace, min 56; 4-1, Diego Souza, min 63; 5-1, Ronaldo, min 77;
ÁRBITRO: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA), auxiliado por Ivan Carlos Bohn (PR) e Luciano Roggenbaum (PR). Cartões amarelos: Ronaldo, Diego Souza, Gabriel Xavier e Rodrigo Mancha (Sport); Lucas Gomes e Silvinho (Chapecoense)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 11ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco. Público: 8.743. Renda: R$ 125.290,00.

A vida do Sport na Série A do Campeonato Brasileiro não estava nada fácil. Na zona de rebaixamento em praticamente todas rodadas, o Leão entrou em campo pressionado para vencer a Chapecoense nessa noite de domingo (26), na Ilha do Retiro, em Recife, Pernambuco, pela 11ª rodada da competição nacional. Os rubro-negros, então, fizeram além do esperado e saíram de campo com uma goleada por 5 a 1. Os gols leoninos foram marcados por Rodney Wallace (2x), Rithely, Diego Souza e Ronaldo, enquanto Ananias fez para o Verdão.

Com o resultado desta noite, o Sport deixa a zona do rebaixamento e sobe para a 16ª colocação, com 12 pontos, mas ainda tem a mesma pontuação do primeiro time no Z-4, o Botafogo. Já a Chapecoense caiu para a 11ª posição, com 15 pontos.

A 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro será realizada no próximo meio de semana. O Sport terá um clássico regional pela frente na quarta-feira (29), às 19h30, diante do Vitória, no estádio do Barradão, em Salvador, na Bahia. Já a Chapecoense vai entrar em campo no mesmo dia, mas às 21h00, para fazer um duelo com o Cruzeiro, na Arena Condá, em Chapecó, Santa Catarina.

Rodney Wallace marca golaço e deixa o Sport em vantagem

O confronto começou bastante equilibrado. Precisando fazer o dever de casa para respirar no campeonato, o Sport foi para cima do adversário. No entanto, errava alguns passes pelos lados e não conseguia invadir a área para abrir o placar. A Chapecoense tentava também sair para o jogo e acaba deixando alguns espaços. Diego Souza quase aproveitou isso aos sete minutos, quando fez ótima tabela com Samuel Xavier e chutou com perigo da entrada da área.

Melhor em campo, o Leão foi apertando em busca do primeiro gol e conseguiu isso aos dez minutos. O lateral-esquerdo Rodney Wallace avançou bem pela esquerda, olhou para área e foi cruzar. A bola pegou um efeito e foi direto para o fundo das redes. Um golaço que levou os torcedores a delírio. O volume rubro-negro era maior dentro de campo e a Chapecoense encontrava dificuldade para buscar o empate.

Os donos da casa estavam com liberdade pelo meio-campo e o segundo tento poderia sair por aquele caminho. Diego Souza foi o primeiro a tentar. Ele invadiu a área e acabou sendo desarmado pela marcação do zagueiro Marcelo no momento do chute. Depois, foi o meia-atacante Gabriel Xavier, que arriscou de longe e obrigou o goleiro Danilo a fazer uma defesa complicada em dois tempos.

A superioridade do Sport no confronto continuou até o encerramento da etapa. Os rubro-negros estavam bem mais presentes no campo de ataque, enquanto o Verdão só tentava chegar nos contra-ataques. Desta maneira, a equipe pernambucano esteve mais perto de marcar, mas acabou esbarrando na boa marcação e nos cortes certos do zagueiro Marcelo. Assim, a primeira etapa foi encerrada no 1 a 0 favorável aos donos da casa.

Leão sofre susto com menos de um minuto, mas atua de maneira avassaladora e aplica goleada

Para o segundo tempo, o técnico Oswaldo de Oliveira preferiu manter a mesma formação da etapa inicial, enquanto o técnico interino Emerson Cris tirou Silvinho para colocar o atacante Ananias. A alteração surtiu efeito bem antes do que o esperado, pois aos 50 segundos o atacante recebe um belo passe de Marcelo, aproveitou o descuido da defesa rubro-negra e bateu na saída do goleiro Magrão para deixar tudo igual e garantir a festa do torcedor alviverde.

O Leão não quis saber de ficar abatido com o gol sofrido e foi para cima. Com tranquilidade e tocando bem a bola, a equipe conseguiu chegar ao tento. Gabriel Xavier ganhou um escanteio pela esquerda e levantou na área na cobrança. O cruzamento encontrou Rithely pelo meio e o volante cabeceou para o fundo das redes aos nove minutos, para delírio do torcedor rubro-negro.

Embalados por ter voltado a ficar na frente, os leoninos logo chegaram ao gol tranquilizador. Everton Felipe puxou contra-ataque pelo lado direito, mandou para Gabriel Xavier e o meia observou bem a entrada de Rodney Wallace e o lateral-esquerdo chegou batendo para o gol. O goleiro Danilo fez boa defesa, mas a bola pegou no zagueiro Willian Thiego e foi para o fundo da meta, garantindo a festa do torcedor leonino.

Apesar da vantagem, o Leão não ficou apenas administrando. Aos 18 minutos, o meia-atacante Diego Souza marcou um dos gols mais bonitos da competição até o momento. Everton Felipe puxou contra-ataque pela direita com Samuel Xavier, que entrou na área e cruzou com qualidade para Diego Souza acertar um lindo voleio, explodindo a Ilha do Retiro. Com a goleada, o técnico interino Emerson Cris tirou Rafael Bastos para colocar o meia-atacante Arthur Maia.

O técnico Oswaldo de Oliveira fez duas alterações no Leão, mas não tirou a ofensividade. Ele sacou primeiramente o atacante Edmílson e promoveu a estreia de Rogério. Depois, colocou Ronaldo na vaga do volante Rodrigo Mancha.

Assim que entrou em campo, o jovem volante Ronaldo recebe um bom passe de Rogério pela direita e mandou direto para o fundo das redes, surpreendendo o goleiro Danilo e levando o torcedor ao delírio. Depois disso, os rubro-negros administraram e o confronto foi encerrado no 5 a 1 para os mandantes.