Sport arranca empate no fim e deixa Internacional no Z-4

Vinícius Araújo marcou no final e salvou o Leão de derrota em casa; Internacional aumenta jejum para 14 jogos sem vencer e é 17° na tabela

Sport arranca empate no fim e deixa Internacional no Z-4
Vinícius Araújo chorou ao marcar o gol de empate. (Foto: Willems Aguiar/Sport Recife)
Sport
1 1
Internacional
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves, Renê; Rithely, Paulo Roberto, Gabriel Xavier, Éverton Felipe (Apodi), Mark Gonzalez; Edmilson (Ruíz) Técnico Oswaldo de Oliveira
Internacional: Danilo Fernandes; Ceará, Paulão, Ernando, Artur; Rodrigo Dourado, Fabinho (Eduardo), William, Seijas, Valdívia; Sasha (Ariel) Técnico Celso Roth
Placar: 0-1, 8' 1T, Seijas 1-1, 43' 2T, Vinícius Araújo
ÁRBITRO: Grazianni Maciel Rocha, auxiliado por Eduardo de Souza Couto e Carlos de Lima Filho, todos do RJ Cartões Amarelos: Apodi, Vinicius Araújo, Matheus Ferraz e Paulo Roberto; Fabinho, William, Fernando Bob e Rodrigo Dourado
INCIDENCIAS: Partida válida pela 22° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Na noite deste domingo (28), o Sport Recife passou um grande sufoco na Arena Pernambuco, contra o Internacional. Após sair perdendo com gol de Seijas no início da partida, o Leão foi atrás e buscou empate heróico com Vinícius Araújo, fechando o placar em 1 a 1 e aumentando o jejum do Colorado, que agora está a 14 jogos sem vencer.

Agora, os pernambucanos mantêm-se na 12° posição na tabela, com 27 pontos ganhos, enquanto os gaúchos caem duas colocações e adentram a zona do rebaixamento, em 17°, com 24 pontos. 

No meio da semana, o Inter receberá o Fortaleza pela Copa do Brasil, enquanto o Sport terá um clássico decisivo contra o Santa Cruz, pela primeira rodada da Copa Sulamericana.

Inter domina e sai na frente com gol de Seijas

Logo no começo, era visível que o time gaúcho dominaria as ações do jogo. Com sete minutos no relógio, a diferença concretizou-se, quando William lançou Seijas na área adversária. O venezuelano dominou e caiu quando tentou executar o drible. O juiz interpretou o lance polêmico como penalidade. Ele mesmo foi para a cobrança e bateu no canto direito de Magrão, abrindo o placar.

Na sequência, o mesmo Seijas teve a chance para aumentar a partida, mas cara-a-cara, parou no arqueiro do Sport. A partida ficou um pouco mais lenta, mas ainda com chances para ambos os lados, que não estavam com a pontaria em dia. A última boa chance da primeria etapa foi de Edmilson, que aproveitou bobeada de Rodrigo Dourado e invadiu a área, mas foi parado por Danilo Fernandes.

Sport cresce na partida e empata no final

O início do segundo tempo teve alterações nas duas equipes, com os pernambucanos mostrando que iriam para cima desde o começo. Aos dois minutos, Ernando se atrapalhou e chutou em cima de Rithely. A bola passou perto da meta colorada, assustando os gaúchos. Os mandantes voltaram a assustar em tentativas de Samuel Xavier e Renê, ambas impedidas por Danilo Fernandes

A chance de ouro do Internacional viria aos 16'. Ariel, que recém havia entrado, roubou a bola de Ronaldo Alves e partiu em direção ao gol. Bem colocado, Magrão novamente levou a melhor no cara-a-cara e salvou o Leão da Ilha.

Entre chances, o técnico Celso Roth mudou o Colorado, colocando Fernando Bob na partida, para tentar recuar mais ainda o time, que já havia entrado em campo com três volantes.

A partir daí, o time da casa começou a pressionar desorganizadamente, errando passes e finalizações. Aos 44', Apodí alçou na área e Vinícius Araújo aproveitou rebote para fuzilar para o fundo das redes. Muito contestado pela torcida, o centroavante comemorou muito o gol, que acabou por garantir o empate na Arena Pernambuco.