Daniel Paulista exalta coletivo diante do Vitória: "Dedicação e vontade foram fundamentais"

Na estreia como técnico do Sport, volante campeão da Copa do Brasil em 2008 valoriza dedicação dos comandados do início ao fim contra Leão da Barra

Daniel Paulista exalta coletivo diante do Vitória: "Dedicação e vontade foram fundamentais"
Treinador leonino valoriza primeira partida na nova caminhada pelo Leão da Ilha (Foto: Williams Aguiar/Sport)

A noite foi de festa, iniciada durante a tarde, neste domingo (16) para a torcida do Sport. Diante do Vitória, na Ilha do Retiro, a equipe dona da casa não se acomodou durante os 90 minutos e levou a melhor por ter derrotado por 1 a 0, com gol de Diego Souza, no primeiro tempo, em jogo pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016.

O resultado fez com que a equipe empurrasse os baianos para a zona da degola, agora um pouco afastada pelo time pernambucano. Para o treinador recém-promovido, Daniel Paulista, deixar a ansiedade sob segundo plano, usando a vontade e a dedicação para se impor ante os soteropolitanos, foi essencial na conquista do resultado positivo.

"Foi muito difícil, uma vez que o Vitória valorizou bastante o resultado. No primeiro tempo o nervosismo em certo momentos nos atrapalhou, já no segundo fomos menos afoitos e até conseguimos controlar mais a situação. Valorizamos a posse da bola e poderíamos ter ampliado, mas essa vitória se deve a dedicação dos atletas e a vontade deles buscarem o resultado", declarou Daniel, ressaltando o nervosismo, que o deixou sem voz ao fim da partida.

Leão da Ilha valoriza presença da torcida e conquista os três pontos (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Leão da Ilha valoriza presença da torcida e conquista os três pontos (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"Foi uma partida muito tensa pelo contexto do jogo, porém escrevemos um capítulo bonito agora. Foi esse nervosismo que me deixou rouco, já que eu não estava acostumado com isso, pois os atletas não conseguem ouvir e, por isso, fica difícil passar informações. Eu não trabalharia em cima do que aconteceu antes, sim a partir de quando entrei aqui", disse o comandante.

Dedicando o triunfo principalmente aos torcedores, o técnico do Leão da Praça da Bandeira pede para que esses sigam incentivando. Com o maior público da temporada, o volante campeão da Copa do Brasil de 2008 destaca a força dos rubro-negros presentes ao estádio, citando a magia da época e utilizando a recepção na chegada como exemplo.

"Quero agradecer ao torcedor, pois sei que ele é fator importantíssimo e ele vai continuar sendo importante, já que precisará estar ao lado da equipe. O Sport, com o apoio dos seus torcedores, resgatando a magia, conseguirá bons resultados. Nossa chegada à Ilha dentro do ônibus foi incrível com a festa que o torcedor fez. Aquilo mexeu com os jogadores que não viam a hora de entrarem logo em campo", encerrou.

O próximo compromisso do clube, que pulou para a 13ª posição com 37 pontos, é já no domingo (23). O adversário vai ser nada mais, nada menos que o Palmeiras, agora com quatro pontos de vantagem sobre o Flamengo, por ter batido o Figueirense, em um duelo com atuação polêmica da arbitragem.