Goleiro Magrão apoia críticas de Luxemburgo e pede elenco atento às cobranças

Ídolo do Sport destacou em entrevista coletiva que cada jogador precisa estar ciente do que é necessário modificar para time voltar a ter bom desempenho na temporada

Goleiro Magrão apoia críticas de Luxemburgo e pede elenco atento às cobranças
Foto: Williams Aguiar/Sport Recife

A quarta-feira (6) foi mais um dia comum no quotidiano do Sport, apesar do início de semana movimentado após as declarações do técnico Vanderlei Luxemburgo na goleada sofrida pelo time rubro-negro por 5 a 0 diante do Grêmio no último fim de semana. Treinamentos para reparar os erros e entrevista coletiva.

O escolhido para conversar com a imprensa foi o goleiro Magrão. Atleta mais experiente em questão de idade e tempo no clube pernambucano, o jogador não fugiu às indagações dos jornalistas em relação às frases ditas pelo treinador. Pelo contrário, reforçou a ideia de Luxemburgo e pediu atenção dos atletas para que o desempenho volte a ser elevado.

“Nas últimas partidas a gente deixou a desejar. Isso é fato, não adianta esconder. A gente, infelizmente, jogou muito abaixo do que aquilo que podemos apresentar na competição. Em relação ao professor, tem que partir dele mesmo as cobranças. Nós, jogadores, temos que observar e saber que estamos devendo. Temos que mudar nossa atitude. Fazendo isso, ficaremos mais perto das vitórias”, disse.

Magrão também falou sobre seu ponto de vista diante do que é necessário fazer para o Sport voltar a ter uma sequência positiva de resultados no Campeonato Brasileiro. Diante da possibilidade de mudanças no time titular, o camisa 1 do Sport enfatizou a necessidade dos atletas continuarem a desempenharem o máximo nas atividades durante a semana. Além disso, o arqueiro também comentou sobre as críticas feitas a alguns jogadores considerados titulares e principais da equipe, ao destacar que, mesmo contrário aos fortes comentários, a manutenção da confiança se torna fundamental.

“Sempre que há uma dúvida na cabeça do treinador, eu procuro trabalhar ainda mais, para mostrar que estou me esforçando e ele pode contar comigo. É isso que todos os jogadores estão fazendo. Estão se empenhando ao máximo para poder jogar e reverter essa situação. Independentemente de quem vai jogar ou sair, porque é o Sport que está em jogo. Eu fico chateado com as críticas a alguns companheiros. A sensação que eu tenho é a mesma deles. Nesse momento, temos que dar forças e dar confiança, pois a cobrança vem. Nossa vida é assim. Há momentos que seremos elogiados ou criticados. Ficamos tristes, mas não podemos baixar a cabeça. É procurar trabalhar mais e seguir em frente”, concluiu.

Foto: Williams Aguiar/Sport Recife

Nas atividades propriamente ditas, Vanderlei Luxemburgo apenas observou o auxiliar Júnior Lopes formar dois times com 12 atletas, misturados entre titulares e reservas sem dar indícios de time inicial. A expectativa é que o lateral-esquerdo Mena esteja pronto para os trabalhos no time leonino nesta quinta-feira (7), após estar na disputa das Eliminatórias Sul-Americanas com a Seleção do Chile.

O Sport entra em campo às 16 horas do próximo domingo (10), quando encara o Avaí pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017, na Ilha do Retiro, no Recife/PE. A equipe pernambucana ocupa a 11ª posição, com 29 pontos ganhos. Por outro lado, o time de Santa Catarina ocupa a zona de rebaixamento, no 18º posto, com 25 pontos somados até aqui.