Mais experiente do Sport, Magrão exalta empenho para evitar queda: "Ambiente é de esperança"

Há 12 temporadas defendendo o clube, goleiro demonstra confiança no elenco na tentativa de impedir rebaixamento

Mais experiente do Sport, Magrão exalta empenho para evitar queda: "Ambiente é de esperança"
Ídolo, camisa 1 busca tentar reverter o terceiro descenso em sua carreira atuando no Leão (Foto: Williams Aguiar/Sport)

Nenhum outro jogador teve tantos altos e baixos com o Sport durante o período em que esteve no clube como Magrão. Campeão nove vezes em 12 anos, o goleiro foi exaltado pelos torcedores pelas boas defesas e conquistas ao longo do tempo, tornando-se assim maior ídolo ainda em atividade.

Por ter passado por dois rebaixamentos outrora, o "Paredão" conhece as dificuldades de disputar uma Série B e do drama de ser rebaixado à Segundona. Ainda que o Leão dependa de outros resultados para não cair, o camisa 1 enaltece que a sequência positiva - vitórias sobre Bahia e Fluminense - dá um ânimo extra ao elenco.

"Essa sequência nos deu uma esperança muito grande de permanecer na Série A e estamos na zona de rebaixamento, é verdade, mas nosso ambiente já é outro. Agora é de esperança, de confiança e a gente vem trabalhando duro para concluir no domingo. Um grande jogo para que a gente possa garantir a permanência do Sport", declarou, citando que o foco é vencer o Corinthians, independente dos adversários falharem.

Goleiro leonino possui mais de 600 jogos com a camisa rubro-negra (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Goleiro leonino possui mais de 600 jogos com a camisa rubro-negra em 12 anos (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"Temos que fazer nossa parte e claro que sabemos que precisamos de outros resultados, mas se fizermos a nossa parte acredito que as duas outras equipes podem acabar tropeçando. As chances de saída já são grandes se a gente vencer e é isso que estamos pensando. É normal a gente passar por adversidades durante toda a vida e no futebol não é diferente", completou.

O arqueiro deixa uma mensagem de esperança à torcida, que esgotou todos os ingressos para a partida antecipadamente, lotando a Ilha do Retiro no domingo (3). Com ampla possibilidade de evitar seu terceiro descenso, o atleta destaca a importância de sair vitorioso, mesmo sem o objetivo ser alcançado.

"Já passei todos os momentos que se possa imaginar e tive momentos piores aqui. Em 12 anos, não tem como ser só flores. Tem espinhos no percurso e na vida é assim. A gente tem dificuldades e, uma hora, você está na bonança, na outra enfrenta adversidades. Sabemos que temos total condição de inverter a situação e uma simples vitória pode mudar tudo", encerrou.