Diego Souza deixa futuro no Sport em aberto: "Esse ano foi bem difícil"

Apesar de ter ganho chance na Seleção Brasileira com Tite, meia teve altos e baixos no Leão e não confirma permanência em 2018

Diego Souza deixa futuro no Sport em aberto: "Esse ano foi bem difícil"
Camisa 87 espera ainda poder ajudar time a continuar na elite pelo quinto ano consecutivo (Foto: Williams Aguiar/Sport)

Mesmo tendo contrato com o Sport até o final de 2018, o meia Diego Souza não crava continuidade no clube para o ano que vem. Na tarde dessa quarta-feira (29), o atleta falou sobre as possibilidades para seu futuro, tanto com a camisa rubro-negra, como na Seleção Brasileira, na qual admite ter situação indefinida em possível rebaixamento, vendo a possibilidade de ser convocado à Copa do Mundo diminuir.

Ainda assim, apesar de não fugir dessa possível realidade, o jogador já promete estar focado na permanência na elite e, logo em seguida, nas suas férias. Para o camisa 87, o foco no momento é apenas fazer que o Leão continue disputando o Brasileirão, para só aí poder esquecer um ano de altos e baixos.

"Sem dúvida que cair prejudica e a gente sabe que isso não é bom. Eu, por exemplo, vou continuar fazendo o meu trabalho e manter o Sport na Série A, mas o pensamento nem é na Seleção. Seleção é apenas em março do ano que vem e meu foco, de agora, é me manter na Primeira Divisão e ir para as minhas férias. Não vejo a hora de poder descansar e relaxar de verdade, até porque esse ano foi bem difícil", assegurou e garantiu que o futuro só será definido após o fim da Série A.

Diego Souza tenta esquecer Seleção e focar apenas na briga contra rebaixamento
Diego Souza tenta esquecer Seleção e focar apenas na briga contra rebaixamento (Foto: Ricardo Stuckert/CBF)

"Tenho mais um ano de contrato e o futuro a Deus pertence. Eu tenho três anos de casa e sempre fui muito feliz aqui, mesmo esse ano tendo sido bem conturbado. Agora o foco é nesse jogo contra o Corinthians e e eu, quando estiver de férias, vou poder passar a pensar mais no meu futuro", completou.

O meio-campista é o vice-artilheiro da equipe no certame, com 11 gols, atrás somente de André, que possui 15 tentos. Na temporada passada, foi o goleador máximo ao lado de Fred e William Pottker - com a Ponte Preta - ao marcarem por 14 vezes cada. Junto ao centroavante leonino, Diego possui 67% da participação direta nos gols.

A partida com o Corinthians será no domingo (3), às 17h (de Brasília), e já possui os ingressos destinados à torcida pernambucana esgotados. O confronto é de extrema importância para seguir na divisão máxima, já que precisam bater o atual campeão e torcer ainda por tropeços dos adversários diretos, Coritiba e Vitória, contra Chapecoense e Flamengo respectivamente.