Daniel Paulista comemora permanência e revela entrega do cargo no Sport

Após conseguir pela segunda vez escapar do rebaixamento com o Sport, Daniel opta por buscar evolução e não deve seguir no cargo

Daniel Paulista comemora permanência e revela entrega do cargo no Sport
Foto: Williams Aguiar/Sport

Foi duro, difícil, suado. Muitos chegaram a dar o Sport como rebaixado após a péssima campanha que o clube desempenhou no segundo turno do Campeonato Brasileiro, mas com três vitórias nos últimos três jogos, o Leão conseguiu a permanência na elite nacional pelo quinto ano seguido. Comandante interino da equipe na reta final, Daniel Paulista concedeu entrevista após a vitória contra o Corinthians, falando sobre sua continuidade no cargo e o objetivo atingido.

Campeão da Copa do Brasil pelo clube em 2008 e nos últimos dois anos ajudando a livrar os Rubro-negros da queda, Paulista comemorou a vitória e a vaga garantida na elite para a próxima temporada. Mas, revelou que mesmo atingindo a meta, a função de treinador não será desempenhada por ele em 2018.

''No final deu tudo certo, e o que dependia era a nossa vitória. Sabia que algo iria acontecer e nossa permanência passava pela vitória. Acabei de conversar com a direção e devolvi o cargo, isso estava combinado e pré-estabelecido. Tive mais uma oportunidade e pude ajudar. A dificuldade foi bem maior que no ano passado, tive que procurar alternativas. Continuo no clube e a direção agora tem que tomar as providências para termos um 2018 melhor do que foi 2017'', explicou.

Porém, mesmo não sendo efetivado para o ano que vem, o hoje interino não escondeu o desejo de assumir a função de técnico no futuro. Para isso, visando crescimento profissional, declarou que fará um curso realizado pela CBF visando evolução profissional para poder voltar à área técnica mais bem preparado.

''Vou para o curso e vou buscar uma melhora minha. Eu nunca escondi que eu trabalho para um dia ser treinador de futebol. Seja o Sport, ou outra equipe'', disse.

O Sport fecha o Brasileirão com 45 pontos, ocupando a 15ª posição, graças às derrotas de Vitória e Coritiba, esse último, rebaixado. Os pernambucanos vão para a quinta participação seguida nos pontos corridos, feito inédito para um clube nordestino no atual formato. Respira aliviada a torcida leonina, após mais um ano de sufoco na competição nacional.