Destaque em 2017, volante Patrick espera 2018 mais positivo ao Sport: "Fazer bom planejamento"

Quarto maior ladrão de bola dessa última edição da Série A, cabeça de área reconhece dificuldades do Leão no segundo semestre

Destaque em 2017, volante Patrick espera 2018 mais positivo ao Sport: "Fazer bom planejamento"
Marcador demonstra otimismo aos rubro-negros na próxima temporada após evitar descenso (Foto: Williams Aguiar/Sport)

Contratado no decorrer da temporada, o volante Patrick foi um dos destaques do Sport no Campeonato Brasileiro 2017 ao lado de Diego Souza e André, artilheiros e mais valiosos do elenco. Mesmo tendo seu contato até o fim do ano, é tratado como prioridade para renovar, pois foi peça fundamental na permanência.

Quarto maior ladrão de bolas no Brasileirão e líder pelo Leão, o cabeça de área admite uma queda de produção que quase causou o descenso à Série B. Apesar disso, a expectativa para 2018 é a melhor possível, já esperando um planejamento mais eficiente e com mais títulos, já que a única conquista foi do Campeonato Pernambucano.

"Embora o objetivo não fosse esse (evitar o descenso), Deus nos botou nesse caminho e nos honrou no final. Acredito que 2017 foi um ano de aprendizado e de quebrar tabus. Agora é levantar a cabeça e fazer um melhor planejamento para 2018, pois espero que esse seja um ano de conquistas", afirmou ao site oficial do clube, exaltando a continuidade por mais uma temporada na elite nacional.

Jogador rubro-negro marcou três gols na Série A e foi o terceiro artilheiro da equipe (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Jogador marcou três gols nessa Série A e foi o terceiro artilheiro junto a Osvaldo (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"Quando acabou o jogo do domingo (diante do Corinthians), foi aquele desabafo coletivo, aquele alívio. Sofremos muito nesse segundo turno, porém eu acredito que isso não vai acontecer novamente com o clube. Fomos guerreiros e, na hora que precisou, o Leão tomou conta de sua selva", completou.

Com 92 desarmes, ficou atrás apenas de Jean, do Vasco, com 114, e de Renê Júnior - do Bahia - e Jonas, do Coritiba, empatados com 94. Outro dado chama a atenção por parte do atleta, uma vez que foi o segundo a dar mais passes certos entre os companheiros de equipe com 1.230, sendo Rithely o líder, com 1.246.

Ainda que o vínculo seja por empréstimo, o rubro-negro possui opção de compra ao término. Outrora, havia declarado o interesse em seguir nos pernambucanos: "Se existe a cláusula [de opção de compra para o Leão], que o Sport me compre porque eu estou bem motivado e quero ficar", encerrou.