Chegada de Nelsinho ao Sport inicia reformulação do elenco para 2018

Presidente Arnaldo Barros não descarta vender jogadores e espera contar com treinador para ajustar time na próxima temporada

Chegada de Nelsinho ao Sport inicia reformulação do elenco para 2018
Meia Diego Souza, que deixou futuro em aberto, deve seguir na próxima temporada (Foto: Williams Aguiar/Sport)

Depois de ser anunciado oficialmenteNelsinho Baptista já começa a planejar o 2018 do Sport junto à diretoria, visando esquecer o drama de 2017. Após fazer um balanço da temporada, o presidente Arnaldo Barros não descartou a possibilidade de negociar alguns jogadores, no entanto deixou em aberto os nomes.

Um dos que tem saída especulada, apesar de pouco provável, é o meia Diego Souza. Destaque da equipe, o camisa 87 afirmou que seu futuro seria definido com o fim do Brasileirão, entretanto ainda não possui confirmação de nada. Nessa terça-feira (12), o volante Nilton chegou a declarar ter sido procurado pelo Leão, porém seu empresário negou.

Diego, inclusive, foi bastante elogiado por Nelsinho, uma vez que é um dos protagonistas no elenco leonino. O técnico rubro-negro destacou a necessidade de se fazer um plantel de qualidade devido ao número de competições a serem disputadas no próximo ano, exaltando o futebol do armador.

"Conto com todos até segunda ordem, logicamente eu estou chegando agora. Vamos ter uma reunião e acho que é importante, já que temos quatro competições a disputar. Com isso, teremos que ter atletas com qualidade técnica e que podem jogar. Diego Souza é um jogador acima da média e qualquer técnico gostaria de contar com ele, por exemplo", assegurou o comandante.

Nelsinho estava no Vissel Kobe-JAP, até o mês de setembro, antes do Leão (Foto: Masashi Hara/Getty Images)
Nelsinho estava no Vissel Kobe-JAP, até o mês de setembro, antes do Leão (Foto: Masashi Hara/Getty Images)

Ainda que não tenha pressa em iniciar possíveis vendas, o mandatário enaltece a importância de realizar negociações positivas para todos os lados. Mesmo assim, caso cheguem pro propostas mais vantajosas, há grande possibilidade do negócio ser desenvolvido e concluído a ambos com êxito.

"Não penso em vender atletas, mas posso recusar uma boa proposta? Não posso, seja o jogador que for. Se chegar uma proposta viável para qualquer um, que compense, tenho que fazer, mesmo que eu goste do futebol do jogador. Não posso deixar passar uma oportunidade assim, né?", afirmou, comentando também que reforços e dispensas já estão adiantadas independente de Baptista.

"Com ou sem técnico, ficamos trabalhando muito. Já sabemos quem é que não deve ficar, quem devemos contratar e o tamanho da folha. Só que agora temos de ter a anuência do treinador. Isso não significa que vamos entregar a chave do clube, porém teremos que ter respeito com o profissional", completou, relembrando a política de confirmação dos contratados com a assinatura do contrato.

"Torcedor pode até não gostar, mas está acostumado com a forma de trabalharmos. Não divulgamos nome antes de contrato assinado, pois já tivemos exemplo de fulano estar contratado e eu dizer que não está até o ‘preto no branco’. Estamos trabalhando em silêncio. Já perdemos atletas assim", encerrou o dirigente.