Volante Patrick não fecha novo acordo e deixa Sport após longa negociação

Leão já negociava permanência, desde novembro, junto ao Monte Azul-SP e a Marcelo Robalinho, empresário do cabeça de área

Volante Patrick não fecha novo acordo e deixa Sport após longa negociação
Meio-campista rubro-negro foi um dos destaques da equipe durante o Brasileirão (Foto: John Vizcaino/AFP/Getty Images)

Patrick não é mais jogador do Sport em 2018! Por meio de publicação na conta do Instagram, o volante confirmou que não chegou a acordo com o clube e não vai renovar o contrato, dando fim à novela que teve início ainda em novembro. Durante a semana, havia uma expectativa positiva para a permanência, contudo o negócio não foi concluído com êxito.

"Quero agradecer ao Sport e todos envolvidos por esses seis meses de trabalho, tenho a consciência tranquila de que dei meu melhor e dei a vida por essa camisa, mesmo tão pouco tempo já sentia parte de mim. Quero agradecer à torcida que até nos momentos ruins sempre reconheceu meu empenho. Sou muito grato a todos que eu trabalhei e ficarei na torcida sempre. Maior do nordeste, merece todo o carinho e respeito. Torcida foda, torcida apaixonante e, quando não tinha mais forças, o grito da torcida me fazia ir um pouco mais. Obrigado por esses momentos de aprendizado e evolução. PELO SPORT TUDO!!
O mundo do futebol é dinâmico e eu vou seguir minha carreira em um novo desafio profissional, que Deus possa abençoar esse ano de 2018 e que o sport alcance grandes conquistas"
, disse.

O empresário Marcelo Robalinho, por outro lado, destaca o empenho da diretoria rubro-negra em buscar conseguir a renovação. De acordo com Marcelo, o entrave foi com o Monte Azul-SP, detentor dos direitos federativos do atleta, bem como a questão salarial. Segundo apurado, o marcador recebia em torno de R$ 70 mil e foi solicitado o dobro para permanecer, deixando os dirigentes insatisfeitos com a pedida, já que o corte na folha é uma das metas para o próximo ano.

Patrick assinou contrato com o Leão até o fim da temporada (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Cabeça de área assinou contrato junto ao Leão até o final da atual temporada (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"Infelizmente nós da Think Ball não conseguimos atender os anseios e grandes esforços da diretoria do Sport para renovação do contrato do Patrick para 2018. A renovação não dependia única e exclusivamente da vontade do Patrick e de seus representantes uma vez que o mesmo possui vínculo federativo com outra entidade desportiva. Fica o muito obrigado ao Sport e sua maravilhosa torcida", declarou Robalinho.

Ao longo da temporada, vestiu a camisa do Leão em 37 jogos, com três gols assinalados. Ponto forte, entretanto, foi o poder de marcação, que o fez ser um dos maiores - o quarto - "ladrões de bola" do Brasileiro ao acumular 92 desarmes certos, ficando atrás apenas de Jean, do Vasco, com 114, e de Renê Júnior - do Bahia - e Jonas, do Coritiba, empatados com 94.

A valorização o fez ficar cobiçado por outras equipes, podendo ter sido ainda reemprestado aos pernambucanos, porém a negociação não foi concretizada. É especulado o possível interesse de Fluminense e Vasco, no entanto somente para consultar a condição de contratação e sem a oficialização por parte de ambos.