Sport encerra Campeonato Brasileiro na Ilha do Retiro pela terceira vez consecutiva

Assim como durante os últimos dois anos, nos quais evitou rebaixamento, Leão fez último jogo pelo nacional diante da torcida

Sport encerra Campeonato Brasileiro na Ilha do Retiro pela terceira vez consecutiva
Em 2017, diante do Corinthians, rubro-negros venceram e ainda dependeram de resultados (Foto: Williams Aguiar/Sport)

A segunda-feira (5) foi marcada por novidades no futebol brasileiro. Foi divulgada a tabela básica do Campeonato Brasileiro 2018, definindo os duelos a serem disputados de 14 de abril a 2 de dezembro durante 38 rodadas. Entre 14 de junho e 17 de julho, contudo, haverá a parada para realização da Copa do Mundo da Rússia.

Repetindo os últimos dois anos, o Sport vai abrir a competição fora de casa, dessa vez diante do América-MG. Estão marcadas as datas 14, 15 e 16 de abril, todavia a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ainda não divulgou. A estreia em seus domínios é logo na 2ª rodada, contra o Botafogo, prevista para ser realizado 21, 22 ou 23 de abril.

Certeza de dia, no entanto, é apenas a 38ª e última partida a ser jogada pelo Leão. Bem como nas últimas temporadas, quando brigou e evitou o rebaixamento, vai encerrar na Ilha do Retiro, com o adversário sendo o Santos. Os confrontos regionais estão marcados para a 4ª, 13ª e 15ª rodadas, com Bahia (C), Ceará (F) e Vitória (F), respectivamente, pelo 1º turno.

Confira a lista dos compromissos leoninos no nacional

1ª rodada - 14, 15 ou 16/4 - América-MG x Sport
2ª rodada - 21, 22 ou 23/4 - Sport x Botafogo
3ª rodada - 28, 29 ou 30/4 - Paraná x Sport
4ª rodada - 5, 6 ou 7/5 - Sport x Bahia
5ª rodada - 12, 13 ou 14/5 - Cruzeiro x Sport
6ª rodada - 19, 20 ou 21/5 - Sport x Corinthians
7ª rodada - 26, 27 ou 28/5 - Palmeiras x Sport
8ª rodada - 30 ou 31/4 - Sport x Atlético-MG
9ª rodada - 2, 3 ou 4/6 - Internacional x Sport
10ª rodada - 6 ou 7/06 - Sport x Atlético-PR
11ª rodada - 9, 10 ou 11/6 - Vasco x Sport
12ª rodada - 13 ou 14/6 - Sport x Grêmio
13ª rodada - 18/7 ou 19/7 - Ceará x Sport
14ª rodada - 21, 22 ou 23/7 - Sport x Fluminense
15ª rodada - 25 ou 26/7 - Vitória x Sport
16ª rodada - 28, 29 ou 30/7 - Flamengo x Sport
17ª rodada - 4, 5 ou 6/8 - Sport x Chapecoense
18ª rodada - 11, 12 ou 13/8 - Sport x São Paulo
19ª rodada - 18, 19 ou 20/8 - Santos x Sport
20ª rodada - 22 ou 23/8 - Sport x América-MG
21ª rodada -25, 26 ou 27/8 - Botafogo x Sport 
22ª rodada - 1, 2 ou 3/9 - Sport x Paraná
23ª rodada - 5 ou 6/9 - Bahia x Sport 
24ª rodada - 8, 09 ou 10/9 - Sport x Cruzeiro 
25ª rodada - 15, 16 ou 17/9 - Corinthians x Sport 
26ª rodada - 22, 23 ou 24/9 - Sport x Palmeiras 
27ª rodada - 29, 30 ou 1/10- Atlético-MG x Sport 
28ª rodada - 4, 5 ou 6/10 - Sport x Internacional 
29ª rodada - 13, 14 ou 15/10- Atlético-PR x Sport 
30ª rodada - 20, 21 ou 22/10 - Sport x Vasco 
31ª rodada - 25, 26 ou 27/10 - Grêmio x Sport 
32ª rodada - 3, 4 ou 5/11 - Sport x Ceará 
33ª rodada - 10, 11 ou 12/11 - Fluminense x Sport 
34ª rodada - 14 ou 15/11- Sport x Vitória
35ª rodada - 17, 18 ou 19/11 - Sport x Flamengo
36ª rodada - 21 ou 22/11 - Chapecoense x Sport 
37ª rodada - 24, 25 ou 26/11 - São Paulo x Sport 
38ª  rodada - 2/12 - Sport x Santos 

Clube é contrário a custeamento de VAR

O congresso técnico, que foi realizado na sede da entidade máxima do futebol, definiu também a ausência do árbitro de vídeo (VAR) nos jogos do Brasileirão nesta temporada. Assim como outras 11 equipes, o time pernambucano se posicionou contrário à utilização, uma vez que havia a possibilidade do custeamento da implantação, fazendo o presidente Arnaldo Barros se posicionar contra.

Representando Leão no conselho técnico, presidente Arnaldo se diz contrário a custear VAR (Foto: Williams Aguiar/Sport)
Representante no conselho técnico, presidente Arnaldo discorda em custear VAR (Foto: Williams Aguiar/Sport)

"O Sport é a favor de tudo que possa tornar o futebol um esporte mais justo, mas o nosso voto foi contrário porque não concordamos que os clubes custeassem operação do sistema do árbitro de vídeo (VAR). Nós teríamos um custo por partida dentro de casa na ordem de R$ 50 mil e isso é um valor muito alto, se pensarmos que cada time atua 19 vezes como mandante ao longo do campeonato", declarou o mandatário.