Jorginho ressalta importância do título invicto: "Botafogo é uma equipe perigosa"

Treinador busca seu primeiro título invicto no Brasil e demonstra confiança

Jorginho ressalta importância do título invicto: "Botafogo é uma equipe perigosa"
Treinador Jorginho realiza última coletiva antes do clássico (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Não falta muito para o Campeonato Carioca apresentar o campeão da temporada de 2016. Nesta sexta-feira (6), o treinador Jorginho realizou sua última coletiva antes do confronto final e demonstrou confiança. Lembrando a vitória no primeiro jogo da final, com vitória vascaína por 1 a 0 contra o Botafogo, admite capacidade do adversário. 

"Nós fizemos um grande jogo contra o Botafogo no primeiro jogo. Fizemos um gol no finalzinho, mas foi um grande jogo nosso. Eles tiveram um pouquinho mais de superioridade, mas eu ganhei o jogo, não podemos esquecer disso. Estamos confiantes, fazendo os ajustes necessários. Sabemos que o Botafogo é uma equipe perigosa, mas também vamos jogar", disse.

Para ele, o diferencial dos dois times é reconhecer e trabalhar em seus pontos fracos. "Acho que são duas equipes muito aplicadas taticamente. Sabem exatamente do seu potencial, mas conhecem muito bem suas necessidades e deficiências. São aplicadas nas suas deficiências. Por isso se tornam difíceis de serem batidas", comenta.

O técnico elogia a equipe conduzida por Ricardo Gomes, mas imagina a conquista do título com muita felicidade e pés no chão. 

"É uma grande alegria. Naturalmente para mim isso concretizando vai ser uma alegria diferente. É um primeiro título dentro do Brasil. Sei que é parada dura, sei que vamos enfrentar uma equipe muito bem organizada com o Ricardo que demonstrou no último jogo o quanto é difícil de ser batida. Eu vou ficar muito feliz, mas sei o quanto é importante se manter, se manter no topo é muito difícil. É importante estar o tempo todo buscando informações. Que eles não percam isso durante o ano."

Há 23 jogos sem derrotas, o Vasco da Gama está prestes a levantar a taça carioca de forma invicta, feito conquistado pela última vez por Joel Santana em 1992. Naquela época os vascaínos contavam com grandes nomes como o Roberto Dinamite, Edmundo, Bismarck, Valdir, Carlos Germano, entre outros. Jorginho também deseja entrar para a história. "Ele é mais marcante, com certeza. Ficar marcado na história do Vasco da Gama e na história do Carioca", afirma.

Questionado sobre a relação entre ser campeão e o rebaixamento para a série B, o treinador é direto: "Acho que uma coisa não tem a ver com a outra. É uma conquista isolada. O que vai apagar é retornarmos para a Primeira Divisão. Precisamos fazer isso de uma forma bem consistente, não podemos ficar tomando sustos. Já estamos com uma base montada, vamos precisar de algumas bem pontuais contratações, acho que só apaga assim. É um compromisso que nós temos com o Vasco da Gama. E essa é uma das grande razões de eu ter ficado".

A decisão do estadual será realizada neste domingo (8), às 16h, no Maracanã. O Cruzmaltino entrará em campo com a seguinte formação: Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos.