Hoje no Vasco, Marcelo Mattos pode selar volta por cima com título contra o Botafogo

Dispensado no Botafogo em 2015, volante teve passagem sem brilho pelo Vitória e chegou ao Vasco, onde tem a chance de conquistar o Campeonato Carioca em cima do clube que o rejeitou

Hoje no Vasco, Marcelo Mattos pode selar volta por cima com título contra o Botafogo
Experiente volante do Vasco da Gama (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

O experiente volante Marcelo Mattos, de 32 anos, está no Vasco da Gama desde o início da temporada e vem sendo imprescindível nas escalações do técnico Jorginho. Na final do Campeonato Carioca de 2015, o gol que sacramentou o título para o time Cruzmaltino foi de Rafael Silva, com falha de Marcelo. E neste domingo (8), o volante tem a chance de levar a taça ganhando do Alvinegro carioca, seu ex-clube.

A trajetória de Mattos no futebol é grande. Um jogador experiente que iniciou a carreira no Mirassol, e passou por clubes como FC Tokyo e Oita Trinita, do Japão; São Caetano, Corinthians, Panathinaikos, da Grécia e Botafogo. No Alvinegro carioca, Marcelo jogou de 2010 até meados de 2015, quando a diretoria rescindiu seu contrato. O jogador recebia R$240 mil ao mês e por questões financeiras, o clube o dispensou.

Esperando um novo começo, Marcelo Mattos foi contratado pelo Vitória em julho de 2015. O jogador lamentava não poder ajudar no retorno do Botafogo à Série A por conta da rescisão, mas que no tricolor baiano ele ajudaria os mais novos com sua experiência e até brigaria pelo título. O volante foi utilizado pelo técnico poucas vezes, logo perdeu sua titularidade, e assim foi se afastando do elenco principal.

Após um 2015 conturbado tanto para o volante quanto para o time de São Januário, este ano veio com uma esperança e uma nova perspectiva. O Vasco acertou com Marcelo Mattos para a temporada de 2016 e a contratação vem rendendo. O Gigante da Colina disputará a série B do Campeonato Brasileiro, buscando o acesso à elite do futebol e Mattos chegou à equipe para contribuir com os objetivos do clube.

“Foi um ano triste para o Vasco. Também foi muito difícil para mim. Não esperava a saída do Botafogo, fiquei longe da minha filha... Estou tendo esta nova oportunidade de fazer bonito. São jogos totalmente diferentes da primeira divisão. O Vasco, hoje, conta com jogadores muito experientes. Com certeza vai ser um ano cheio de glória”, afirmou o volante.

O próximo compromisso do Vasco é a final do Carioca neste domingo (8) contra o Alvinegro. O palco do espetáculo é o Maracanã e será às 16h. No primeiro jogo, o time da Colina Histórica levou a melhor e venceu por 1 a 0, gol de Jorge Henrique. Na partida de amanhã joga por qualquer empate para ser bicampeão em cima do mesmo rival do ano passado, o Botafogo.