Com 100% de aproveitamento, Vasco enfrenta Oeste em Barueri

Equipe de Itápolis só conquistou uma vitória até agora na competição; Cariocas acumulam invencibilidade de 31 partidas, além dos 100% de aproveitamento na Série B

Com 100% de aproveitamento, Vasco enfrenta Oeste em Barueri
Foto: Marcelo Sadio/CR Vasco
Oeste
Vasco da Gama
Oeste: Felipe Alves; Francis, Rafael Rocha, Léo Bahia; Velicka, Danielzinho, Clébson, Mazinho; Maurinho, Ricardo Bueno, Léo Artur; Técnico: Fernando Diniz.
Vasco da Gama : Jordi; Yago Pikachu, Rodrigo, Luan, Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos, Nenê; Eder Luís, Jorge Henrique, Thalles; Técnico: Jorginho.
ÁRBITRO: Diego Almeida Real, auxiliado por Alexandre Pruinelli Kleiniche e José Eduardo Calza, todos do RS
INCIDENCIAS: Partida válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro Série B, a ser realizada nesta terça-feira (31), na Arena Barueri, sP

O Vasco da Gama volta à campo nesta terça-feira (31), pela quinta rodada da Série B do Brasileirão, diante do Oeste de Itápolis. A partida, marcada para as 21h30, na Arena Barueri, na Grande São Paulo, pode marcar a manutenção da invencibilidade vascaína, que já dura 31 jogos, ou seis meses e 30 dias. No lado Rubro Negro, a falta de uma boa sequência da equipe na temporada ainda assusta a torcida. No ano, o Oeste ainda não conseguiu vencer e convencer, e com isso, a luta pelo acesso à elite do Campeonato se torna mais complicada.

Ocupando apenas a 15ª colocação, com uma campanha muito irregular, que acumula duas derrotas e uma vitória apenas, além do empate fora de casa, diante do Paysandu, a equipe do interior paulista luta para engrenar. No Vasco, a invencibilidade de quase sete meses se repete na tabela da Série B. com campanha até agora perfeita na competição, a equipe carioca divide a liderança com o Atlético-GO. Ambos somam 12 pontos e 100% de aproveitamento nas quatro rodadas já disputadas.

A arbitragem da partida ficará a cargo de Diego Almeida Real, do Rio Grande do Sul. O experiente árbitro, comumente escalado para partidas da Primeira Divisão Nacional terá o auxílio dos também gaúchos, Alexandre Pruinelli Kleiniche e José Eduardo Calza.

Fernando Diniz escalará força máxima para embate ante Vasco

Buscando a afirmação dentro da Série B, o Oeste terá pela frente um adversário indigesto. Trata-se do favorito ao título da competição na temporada, o Vasco da Gama. Para isso, a equipe de Fernando Diniz, que assumiu o comando do time após a parceria com o Osasco Audax, irá praticamente com força máxima disponível para o duelo. Na finalização da preparação pré-confronto, o treinador deixou claro que o time ideal não poderá ir à campo, mas o mais próximo dele será o objetivo.

Isso porque o zagueiro Bruno Silva, titular da equipe, foi expulso na última rodada, no confronto diante do Paraná, e por isso, cumprirá suspensão diante dos cariocas. Para sua vaga, Diniz deverá escalar Rafael Rocha, homem de confiança do treinador para situações como esta, sendo ele a única alteração na equipe.

Desta maneira, o Rubro Negro de Itápolis tenta deixar a derrota para o tricolor paranaense para trás, e focar na vitória na terceira rodada, a única da equipe, diante do CRB, que, naquela altura, encheu diretoria, comissão técnica e torcedores de esperança.

Madson e Andrezinho continuam fora da equipe; Pikachu e Eder devem completar time

O Departamento Médico do Vasco até tentou correr com a preparação, para devolver Madson e Andrezinho à disponibilidade de Jorginho, mas não foi possível aprontar os atletas para o confronto diante do Oeste, em Barueri. Os atletas seguem se recuperando de lesões e, segundo o médico do clube, Doutor Albino Porto, os jogadores tiveram boa evolução em seus quadros, deixando assim entusiasmados os responsáveis por suas recuperações.

“(Os dois) Ainda não têm condições. Eles vêm fazendo tratamento intensivo, fizeram inclusive no domingo, e apresentaram boa recuperação, mas ainda há um pequeno incômodo. O Madson está praticamente sem dor. Pode ser que para o fim de semana, eles estejam preparados. Vamos aguardar”, informou Porto.

Com os dois desfalques, Jorginho deverá repetir a equipe que venceu o Bahia no último sábado, pelo placar de 4 a 3, em São Januário. Com Yago Pikachu, na lateral direita, e Eder Luís, fazendo a função de um terceiro atacante, o treinador tentará não mexer demais no esquema adotado pela equipe. Fato é que com Eder na frente, o esquema passa de um 4-4-2 para um 4-3-3, já que o atleta cai pelas pontas, assim como Jorge Henrique, pelo outro lado.

Outra variável pode ser a de cinco homens no meio campo, num 4-5-1. Desta forma, Nenê jogaria com Eder e Jorge Henrique compondo a última linha na meia cancha, com Thalles isolado na frente, porém somente será possível elucidar tal enigma durante o jogo.