Vasco supera Goiás com gol de Andrezinho e chega a 33 jogos sem perder

Retornando de lesão, meia fez belo gol e pôde contribuir para a manutenção da invencibilidade da equipe; já são 33 jogos sem saber o que é perder

Vasco supera Goiás com gol de Andrezinho e chega a 33 jogos sem perder
Foto: Paulo Fernandes/Vasco
Vasco
1 0
Goiás
Vasco: Jordi; Bruno Ferreira (Andrezinho), Luan, Rodrigo, Julio Cesar; William, Diguinho, Nenê; Eder Luís (Caio Monteiro), Jorge Henrique, Thalles (Leandrão); TEC: Jorginho.
Goiás: Renan (Ivan); Anderson Salles, Wesley, Alex Alves, Jefferson; Ramires, Wendel (Rafhael Lucas), Thalles, Léo Senna; Rossi (Igor Leite), Cléo; TEC: Enderson Moreira
Placar: 1-0, Andrezinho, 26min, 2T.
ÁRBITRO: Antônio Rogério Batista; Cartões Amarelos: Thalles (VAS); Ivan, Rossi (GOI).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 6ª rodadado Campeonato Brasileiro Série B, realizada na tarde deste sábado (4), em São Januário, Rio de Janeiro.

O Vasco segue imbatível na temporada. Pelo Campeonato Brasileiro da Série B, a vítima da vez foi o Goiás. A equipe esmeraldina até tentou marcar na primeira etapa, quando o Cruz-Maltino não jogou bem, mas no segundo tempo, após a entrada de Andrezinho, o Vasco conseguiu se encontrar e marcar, com o próprio meia, que voltava de lesão.

Com a vitória, o tie carioca é mais líder do que nunca. No momento, a equipe da Colina soma 16 pontos, e abre quatro para o Atlético-GO, vice-líder, porém com um jogo a mais. O Rubro-Negro Goiano entra em campo às 21 horas deste sábado (4), contra o Bragantino, no Serra Dourada. Caso vença, o Dragão volta a se aproximar do líder. Já o Goiás, ocupa apenas a 15ª posição, com 5 pontos ganhos, um a mais que o Vila Nova, primeiro time dentro da zina de rebaixamento para a Série C.

Na próxima rodada os comandados de Jorginho encaram a equipe do Joinville, fora de casa. A partida está marcada para as 21h30 de terça-feira (7), na Arena Joinville. O Goiás volta para casa para enfrentar o Bahia. As duas partidas acontecem simultaneamente.

Vasco e Goiás fazem primeiro tempo equilibrado, com boas chances para os dois lados

O Vasco voltou à campo neste sábado, em São Januário. Com promessa de bom público cumprida, a equipe de Jorginho tentava mostrar o porquê dos 32 jogos de invencibilidade, até então. Do outro lado, o azarão Goiás, só pensava em acabar com a série positiva do adversário. E a primeira oportunidade, não à toa, foi do Esmeraldino, com Cléo, que se atrapalhou com a bola no domínio de cabeça e Bruno Ferreira chegou para corrigir.

Bem postado atrás, o time de Enderson Moreira mostrava qualidade nos cortes defensivos, como aos 13’, quando Nenê deixou com Júlio César, que cruzou rasteiro, buscando a penetração de Eder Luís, mas Wendel se esticou e cortou de carrinho, evitando o que poderia ser o primeiro golo do jogo.

Com as duas chances de perigo, de ambos os lados, Vasco e Goiás “tiraram o pé”. Começaram então a tocar bola no meio de campo, tentando manter o controle da partida, rapidamente retomado pelo adversário. Até que aos 34’, num contra-ataque rapidíssimo, Eder Luís deixou com Thalles, que acabou errando o passe e matando uma ótima chance para o Vasco.

O lance serviu para acordar os vascaínos, dentro e fora de campo, já que à medida que a torcida inflamava nas arquibancadas, o time correspondia em campo, com uma blitz nos minutos finais da primeira etapa, que quase resultou no primeiro grito de gol em São Januário. Contudo, o último lance de perigo da primeira metade do jogo veio da cabeça de Wendel, que, após cruzamento, arrematou forte, bem perto da trave direita assustando o goleiro Jordi.

Vasco cresce no segundo tempo, chances aparecem e Andrezinho garante vitória

Para a segunda etapa, a comissão técnica do Goiás precisou fazer uma mudança importante na equipe. Após queda feia em dividida com Jorge Henrique, ainda no primeiro tempo, o goleiro Renan começou a sentir fortes dores de cabeça no vestiário. Como medida de segurança, Ivan entrou no seu lugar. Eder Luís, que nada tinha com isso, tratou de experimentar o goleiro, ainda frio, logo no primeiro minuto de retomada de jogo, mas a bola apenas assustou Ivan, indo na rede, por fora.

Dois minutos depois, Rossi tenta responder pelo Goiás, mas manda por cima do gol. A sequência de lances serviu para mostrar a todos que acompanhavam o jogo, como seria a segunda etapa, recém iniciada.

Aos 9’, após bela trama ofensiva entre Eder Luís e Andrezinho, o “camisa 7” tentou a devolução para o meia de calcanhar, mas a bola foi direta nas mãos de Ivan que, juntamente com seus companheiros, já percebia um Vasco mais aguerrido em campo, verdadeiramente com vontade de vencer, como não aconteceu no primeiro tempo.

Com a jogada aérea, conhecidamente forte na Colina, após falta na esquerda, zagueiros e goleiro do Goiás foram à loucura. Na cobrança, quando todos esperavam o cruzamento por cima, Nenê apenas rolou, rasteiro, para Rodrigo, mas o zagueiro não pegou bem na bola, chutando direto para fora.

O Goiás chegou perigosamente, dois minutos depois. Desta vez, Rodrigo errou atrás, e Cléo ficou frente à frente com Jordi, mas graças a bela saída do goleiro, e a proteção de Luan, a defesa foi efetuada com tranquilidade.

O Vasco então começou a pressionar a equipe do Goiás e, como nunca antes no jogo, levava bastante perigo, até o perigo ser traduzido em gol. Com jogada de raça pela direita, Thalles, mesmo sentado, deixou com Nenê. O maestro da equipe puxou para a perna boa e cruzou, Andrezinho dominou com classe e bateu no canto, na saída de Ivan, para abrir o placar em São Januário.

Com o gol, o cruzmaltino voltou a tocar a bola, como fazia antes, mantendo o Goiás longe de sua meta. Ora com Nenê segurando e fazendo fila, antes de tocar, ora com Andrezinho, Diguinho e William, rodando o jogo no meio. Panorama que se manteve até o apito final, garantindo mais três pontos e a manutenção da invencibilidade da equipe, que já passa de 7 meses, com 33 jogos.