Torneio Internacional de Paris: o precursor da Copa Intercontinental

Reunindo os melhores times do mundo, o torneio foi o primeiro a reunir a melhor equipe sul-americana e os campeões europeus

Torneio Internacional de Paris: o precursor da Copa Intercontinental
Torneio Internacional de Paris, o percussor da Copa Intercontinental

O futebol é cheio de detalhes, e às vezes a história se perde na memória de quem não a viveu, mas a conhece. Torcedores de grandes equipes brasileiras lutam pelo reconhecimento de seus títulos conquistados antes da década de 70, e enquanto alguns conseguem a oficialização da FIFA, outros apenas se veem como parte da incrível história desse esporte que boa parte do mundo ama. 

Em 1957 foi criado o Torneio Internacional de Paris. Há quem diga que a competição foi criada para comemorar os cinquenta anos do primeiro voo de Santos Dumont, porém, outras fontes afirmam que a iniciação do torneio foi uma homenagem aos vinte e cinco anos do Racing Club de Paris, uma das equipes mais tradicionais da capital francesa. 

Incertezas históricas à parte, a competição que deveria ter sido inciada no ano de 1956, o quanto aos interesses de seus organizadores, teve sua primeira edição disputada mesmo em 1957, e contava com a participação das seguintes equipes: Racing Club de Paris, equipe anfitriã; Rot-Weiss Essen, campeão alemão de 1955; Real Madrid, que era o atual bi-campeão europeu e o Vasco da Gama, que na época era visto como a melhor equipe de futebol brasileiro.

Entre os fatos importantes e dignos de orgulho contidos na história do Torneio Internacional de Paris, há a curiosidade de que foi a primeira vez na história que o atual clube campeão europeu participou de uma competição intercontinental. Após isso, apenas a Copa Intercontinental, inciada em 1960, reuniu o campeão europeu e o campeão sul-americano, definindo qual seria o melhor time do mundo naquele ano. 

O Real Madrid era a equipe a ser batida em toda Europa. Comandados por Di Stéfano, os merengues foram surpreendidos pelos brasileiros e saíram derrotados na final da competição, com o placar marcando 4 a 3 para os vascaínos, após partida emocionante, onde a capacidade física dos jogadores do time carioca impressionou a todos, e a imbatibilidade dos espanhóis foi findada nas matérias da imprensa europeia.  

Vale dizer que o Torneio Internacional de Paris foi o percussor da Copa Intercontinental. A Copa Libertadores ainda não existia, e a mesma foi criada em 1958, com sua primeira edição tendo sido disputada apenas em 1960, mesmo ano da primeira edição da Copa Intercontinental. 

São poucos os torcedores vascaínos que utilizam desse grandioso título como argumento em suas discussões futebolísticas, porém, é inegável o valor histórico e o orgulho que tal conquista faz os torcedores do clube carioca sentir. O Vasco pode não ter sido o primeiro clube brasileiro a ser oficialmente campeão mundial, mas foi ele o primeiro clube a mostrar que o futebol brasileiro iria se destacar no cenário mundial, fato ratificado durante a Copa do Mundo de 1958, onde o Brasil foi campeão e Pelé começou sua caminhada rumo ao reinado do futebol.