Martín Silva pega pênati, Andrezinho marca gol olímpico e Vasco vence CRB

Correndo atrás do placar, o time vascaíno conquistou três pontos e se isolou na tabela da Série B. O goleiro vascaíno foi o destaque do jogo que teve um belo gol do meia campista Andrezinho

Martín Silva pega pênati, Andrezinho marca gol olímpico e Vasco vence CRB
Leandrão empatou a partida e encaminhou a virada (Foto: Vasco/Carlos Gregório Jr.)
CRB
1 2
Vasco da Gama
CRB: Juliano, Bocão, Flávio Boaventura, Diego Jussani, Diego, Olívio, Luidy (min.28/2T, Roger Gaúcho), Matheus, Dakson (min.17/2T, Gerson Magrão), Wellington Júnior (min.15/2T, Assizinho) e Lúcio Maranhão. Técnico: Mazola Júnior
Vasco da Gama: Martín Silva, Madson (min.33/2T, Pikachu), Luan, Aislan, Júlio César (min.15/2T, Henrique), Julio dos Santos, Marcelo Mattos, Andrezinho, Nenê, Jorge Henrique (min.28/2T, Éder Luis) e Leandrão. Técnico: Jorginho
Placar: 1-0, min.26/1T, Lúcio Maranhão. 1-1, min.29/1T, Lenadrão. 1-2, min 13/2T, Andrezinho
ÁRBITRO: Leandro Bizzio Marinho, Anderson José de Moraes Coelho e Oberto Santos da Silva. Cartão amarelo: min.15/1T, Olívio; min. 33/1T, Marcelo Mattos; min. 25/2T, Diego Jussani; min.41/2T, Luan; min.42/2T, Nenê.
INCIDENCIAS: Jogo válido pela décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B de 2016. Estádio Rei Pelé, Maceió. Público: 11225 torcedores

Não foi fácil, mas o Vasco da Gama conquistou mais uma vitória fora de casa. Neste sábado (25), o Cruz-maltino venceu por 2 a 1 o CRB de Alagoas, com direito a belo gol olímpico de Andrezinho que desempatou a partida, no estádio Rei Pelé.

O time do CRB não temeu e pressionou os vascaínos desde o início do jogo, conseguindo abrir o placar aos 26 minutos de bola rolando com o atacante Lúcio Maranhão. O Vasco não jogava bem e tentava conquistar as oportunidades, principalmente, nas bolas paradas. O segundo tempo foi diferente, o Gigante da Colina queria a vitória e foi aos pés de Andrezinho e nas mãos de Martín Silva que ela veio.

Pela 13ª rodada, o líder da Série B com 28 pontos recebe o Paraná, em São Januário, na terça-feira (28), às 20h30 (Brasília). Enquanto o CRB, com 19 pontos visita o Joinville, na Arena do adversário, um pouco mais cedo na terça-feira, às 19h15 (Brasília).

Com vocês, CRB

Quem dava a bola na primeira etapa era o time alagoano. Eles tiveram a primeira oportunidade, o primeiro perigo de gol e consequentemente abriram o placar. Com um minuto de jogo, o CRB já teve a chance de balançar as redes, mas o zagueiro Aislan deu um desarme perfeito.

Porém, aos 26 minutos, o mesmo zagueiro vascaíno não foi tão bem. Em uma bola mal recuada pelo lateral Júlio César para o goleiro Martín Silva, o atacante Lúcio Maranhão aproveitou que seu marcador, Aislan, perdeu o tempo de bola e tocou na saída do goleiro. O placar do estádio Rei Pelé marcava 1 a 0 para os donos da casa.

Tentando dar uma resposta rápida, o Vasco aproveitou uma falha de defesa que originou na jogada do gol de empate. O centroavante Leandrão teve garra e lutou dentro da área com os zagueiros e chutou cruzado para o gol de Juliano, que não alcançou a bola aos 29 minutos.

Queremos vencer

Voltando para o jogo após o intervalo, o time vascaíno queria modificar o parâmetro do primeiro tempo. Enquanto no CRB dominou o início de jogo com seus jogadores mais avançados e mais oportunidades, o Vasco tinha apostado na bola parada e chutões de fora da área. A etapa final seria diferente, o Gigante da Colina entrou em campo buscando as chances de vencer a partida.

O Vasco continuou com os chutes de fora da grande área, alguns assustaram, outros nem tanto. O CRB arriscava de várias maneiras, mas o goleiro Martín Silva defendia tudo. A vitória veio de virada, com o placar de 2 a 1 graças ao talento e categoria do camisa 7 vascaíno. Em cobrança de escanteio pela esquerda, Andrezinho mostrou a técnica que um ser equilibrista em campo tem e marcou um belo gol olímpico, digno de coroação, no estádio Rei Pelé.

El mejor

Foram defesas espetaculares, lances maravilhosos de baixo das traves e até pênalti defendido. O goleiro uruguaio foi o melhor em campo nesta vitória vascaína. A camisa azul que carrega o número 1 nas costas passa confiança para todo o time.

O CRB teve boas oportunidades de gol que pararam em defesas difíceis do goleiro vascaíno. Aos 42 minutos da segunda etapa, os cruz-maltinos se assustaram por alguns minutos quando o juiz apontou pênalti, mas no momento seguinte, a bola chutada pelo jogador do alvirrubro Diego estava nas mãos do goleiro Martín Silva, nome do jogo.