Vasco aposta na força de São Januário diante do motivado Paraná para manter boa fase

Após exímias atuações de Andrezinho e Martín Silva, cariocas continuam sua caminhada rumo à elite nacional

Vasco aposta na força de São Januário diante do motivado Paraná para manter boa fase
(Foto: Marcelo Sadio/Vasco da Gama)
Vasco da Gama
Paraná Clube
Vasco da Gama: Martín Silva; Madson, Luan, Rodrigo e Júlio César; Diguinho, William Oliveira, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Leandrão.
Paraná Clube: Marcos; Diego Tavares, Alisson, Leandro Silva e Rafael Carioca; Basso, Fernandes, Murilo e Válber; Robson e Lúcio Flávio
ÁRBITRO: Rodrigo Batista Raposo, auxiliado por José Reinaldo Nascimento Junior e Lehi Sousa Silva, todos do DF
INCIDENCIAS: Partida válida pelo Campeonato Brasileiro Série B. Jogo a ser realizado no Estádio de São Januário, Rio de Janeiro, às 20h30

No frenético ritmo de jogos cujo calendário do futebol nacional é movido, o Vasco da Gama vai medir forças contra o Paraná Clube às 20h30 desta terça-feira (28), pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016. O duelo vai acontecer no Estádio de São Januário, na capital do Rio de Janeiro.

Líder isolado, com cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, o Gigante da Colina tem o favoritismo por ser considerado o clube com mais chances de acesso à elite do futebol brasileiro. Além disso, disputa mais uma partida em casa.

Do outro lado do confronto, os paranistas ocupam o meio da tabela de classificação, mais precisamente no décimo lugar, e conquistaram importante triunfo contra o Joinville no último fim de semana. O objetivo do confronto nesta noite é iniciar uma boa sequência às custas da equipe carioca. Uma vitória sobre o líder do campeonato daria moral e aproximaria a equipe do G-4.

Com boa vantagem na liderança, vascaínos evitam acomodação

É natural o discurso de não comodismo quando um gigante assume a liderança de uma competição teoricamente de nível abaixo de suas capacidades, e é isso que os jogadores e o técnico Jorginho têm dito em suas coletivas. Respeitando todos adversários, a nova meta vascaína é ampliar a vantagem para garantir com maior rapidez a volta à Serie A.

A escalação deve mudar pouco. Willian deve voltar ao time titular e Rodrigo volta de suspensão. Por ora, o único desfalque é Marcelo Mattos, suspenso. Em seu lugar Jorginho poderá escalar Julio dos Santos, que foi titular na última partida, ou algum outro volante, como Diguinho e Bruno Gallo. Existe a possibilidade de Yago Pikachu ganhar uma oportunidade, já que o mesmo serve como um coringa e o técnico vascaíno o testou em diversas funções. 

Algo que tem preocupado a torcida são as atuações de Nenê. O craque tem feito partidas abaixo da média, deixando a desejar ofensivamente e sofrendo com a forte marcação individual que os adversários vêm impondo. Com isso, Andrezinho vem aparecendo mais incisivamente no ataque, marcando maior presença até nas bolas paradas, onde fez um gol olímpico na última partida. 

Ainda cheio de desfalques, Paraná projeta duelo complicado ante líder

Empolgados com a última vitória, os paranaenses pretendem adotar uma postura de igual para igual contra os vascaínos, e tal fato não é surpreendente, já que os cariocas perderam sua invencibilidade recentemente e vêm tendo atuações abaixo da média, vencendo pela qualidade individual de seus jogadores.

"Dois jogos fora são difíceis, a Série B é muito equilibrada, mas se fizermos bons jogos vamos melhorando e encaixando mais o sistema do professor. Acho que o torcedor vendo isso e o nosso empenho vai se empolgar e vir ao estádio. Ele é importante nessa campanha. Fazendo dois bons jogos vamos conseguir trazê-lo ao nosso lado", disse Basso, volante da equipe paranaense. 

Para a partida, o principal desfalque é o zagueiro Pitty, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão automática. Em seu lugar será escalado Leandro Silva, que vinha atuando no meio de campo e agora volta a sua posição de origem.