Ainda sem Nenê, Vasco recebe emergente Bragantino visando seguir isolado na liderança

Cariocas, embalados por classificação na Copa do Brasil, tentam manter a liderança, enquanto paulistas buscam se distanciar da zona de rebaixamento

Ainda sem Nenê, Vasco recebe emergente Bragantino visando seguir isolado na liderança
Foto: Marcelo Sadio/vasco.com.br
Vasco da Gama
Bragantino
Vasco da Gama: Martín Silva; Madson, Jomar, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Yago Pikachu, Andrezinho e Evander; Jorge Henrique e Thalles. Técnico: Jorginho
Bragantino: Felipe, Alemão, Lucas Rocha, Éder Lima e Bruno Pacheco; Gabriel Dias, Daniel Pereira, André Rocha e Marcos Paulo; Rafael Grampola e Claudinho. Técnico: Marcelo Veiga
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELa 17ª rodada do CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B 2016. JOGO A SER REALIZADO NO ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO, RIO DE JANEIRO, ÀS 16H30

Em posições opostas na classificação, o Vasco, que é líder da competição, receberá o Bragantino, 17º colocado, em São Januário, pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, às 16h30 deste sábado (22).

Os cariocas vêm em uma sequência irregular dentro da competição. Mesmo líderes, foram derrotados por equipes teoricamente mais fracas, o que balançou a consistência da equipe. Porém, o momento não é ruim, e o que mais preocupa os vascaínos são os desfalques de Nenê e Luan. O primeiro se contundiu na última semana e terá de ficar fora da partida, enquanto o segundo está servindo à seleção brasileira. 

Os paulistas encontraram forças nas últimas duas rodadas e conseguiram vitórias importantíssimas, que aproximaram a equipe de deixar a zona de rebaixamento. Com o principal desfalque de Erick, que foi expulso na última partida, a equipe de Bragança Paulista espera manter o ritmo das rodadas anteriores e jogar de igual para igual contra o Vasco.

Sem Nenê e Luan, Evander e Jomar recebem oportunidades e Andrezinho comanda o meio de campo

A falta de Nenê e a entrada do jovem Evander titular contra o Santa Cruz, fez com que Andrezinho comandasse o meio de campo e o garoto ficasse mais livre para atuar ofensivamente, quase como um segundo atacante, jogando atrás do centroavante.

Outro destaque nessa nova formação dos cariocas foi Yago Pikachu. Jogando no meio pelo lado direito, o jovem lateral marcou pela segunda partida seguida e se apresentou muito bem em todo campo, cobrindo Madson quando o lateral subia, e fazendo um ótimo papel ofensivo, dando mais opções à equipe que por muitas vezes sofre com a falta de efetividade no ataque.

Os problemas ofensivos tão reclamados pela torcida, aliás, fizeram com que a diretoria se movesse e contratasse dois atacantes. Éderson e Junior Dutra já estão regularizados e podem estrear, porém, apenas o primeiro deve aparecer já na partida contra o Bragantino. O técnico Jorginho disse que é próvavel que o jogador fique no banco neste sábado (23), se tornando mais uma opção para a função de centroavante.

Enquanto Éderson busca adaptação, a briga pela titularidade no ataque continua entre Thalles e Leandrão. Na última partida, o primeiro foi titular e teve boa atuação, dando bastante trabalho à defesa do Santa Cruz. Provável titular também neste sábado (23), o garoto precisa de uma sequência de boas atuações para se firmar, ainda mais com a chegada dos dois novos atacantes. Se precisava de um impulso, agora tem. Thalles sabe como é ficar no banco sem receber oportunidades, e parece que o técnico Jorginho não terá muita paciência se o jogador continuar sendo irregular, ainda mais agora com outras opções concretas para a função, que contava apenas com Leandrão. 

Bragantino conta com ex-vascaíno como arma para derrotar o rival

Lutando contra o rebaixamento, as duas vitórias nas últimas rodadas deram uma força ao Bragantino, que busca a terceira vitória seguida, tal qual pode tirar a equipe da zona de rebaixamento da Série B, contando com a derrota do Goiás para o Joinville. O respeito pelos cariocas é grande, já que se trata de um gigante do futebol nacional, porém o discurso não é de postura recuada, e sim de manutenção do esquema que passou a dar certo para os paulistas.

Provável titular na partida deste sábado, André Rocha jogou pelo Vasco em 2014, quando disputou a Série B pelo cruzmaltino. Bastante constestado à época, o jogador atuava como lateral-direito e foi titular durante boa parte da temporada. Hoje, no Bragantino atua como volante, e mesmo não sendo titular absoluto, tem ajudado a equipe quando solicitado.

"Para mim foi uma passagem muito boa pelo Vasco. Aprendi muito lá. Tenho amizade com o Luan, que está na seleção, tem outros jogadores que ainda acompanho e mantenho contato. Só tenho a agradecer o clube por tudo que fez na minha carreira", disse o jogador, quando perguntado sobre sua passagem pelo Vasco.