Junior Dutra comemora retorno ao futebol brasileiro e afirma: “Estou no meu melhor momento”

Com 28 anos, atacante retorna depois de quase uma década. Último clube por aqui havia sido o Santo André

Junior Dutra comemora retorno ao futebol brasileiro e afirma: “Estou no meu melhor momento”
(Foto: Divulgação/Vasco da Gama)

Criado na base do Santos, Junior Dutra, o novo centroavante do Vasco, se considera em sua melhor fase na carreira. Devido à alta concorrência na posição, no elenco vascaíno, Dutra dependerá, de fato, de estar bem, nas próximas apresentações diante do técnico Jorginho. Sua estreia foi positiva, e os torcedores sentiram uma pitada de esperança na parceria com Ederson, num futuro próximo, já que nenhum dos outros atletas de frente são unanimidades, nem mesmo entre os integrantes da Comissão Técnica.

Ao seu lado, além da própria experiência por ter jogado fora do Brasil, tem também a parceria com o novo “chefe”. Dutra trabalhou com o atual treinador vascaíno, no Kashima Antlers do Japão, depois da passagem pelo Kyoto Sanga, também do Japão, quando se transferiu para a Bélgica, para jogar pelo Loreken, e depois, teve uma rápida passagem pelo Al Arabi do Catar, quando despertou o interesse dos dirigentes vascaínos.

O longo período por terras europeias e asiáticas, após apenas duas temporadas vestindo a camisa do Santo André, causa uma estranheza nos torcedores vascaínos, que não conhecem Dutra. Por isso, o atacante faz questão de se apresentar:

“Saí daqui jogando como meia, fui pra Europa, volto agora, como atacante. Sou jogador de velocidade, agudo, e procuro sempre ir em direção ao gol, buscando dar o último passe ou até mesmo a finalização. Também gosto de jogar como “9”, gosto também de ser segundo atacante. Na Bélgica eu jogava como segundo atacante, no Catar também. Posso, como já fiz com o Jorginho (no Kashima Antlers), fazer o homem de meio, aberto pelos lados”.

Vindo de um problema contratual no Catar, onde o atleta se queixa de salários atrasados, o Vasco conseguiu sua contratação sem custos. Desta forma, se o atleta vingar com a camisa do Clube, o aproveitamento por trás da negociação teria sido extremamente positivo. Ainda mais se de fato o atleta estiver atravessando a melhor fase de sua carreira, como ele mesmo faz questão de frisar na coletiva.

“Eu me vejo na melhor fase da minha carreira, acredito que, por tudo que passei, estou maduro. Tudo isso me fez evoluir. Estou voltando para o meu Brasil, para mostrar meu futebol novamente. Muito diferente de como saí, e agora em um grande clube, com uma grande torcida e um treinador muito competente. Tinha o objetivo de voltar e acho que fiz isso em um momento excelente”.

O Vasco volta a campo no próximo dia 20, contra o Sampaio Corrêa, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida está marcada para as 16h30, em São Januário. Depois, a equipe enfrenta o Santos, pela Copa do Brasil. O primeiro confronto acontecerá no dia 24, na Vila Belmiro. A volta é uma semana depois, em São Januário.