Hélio brilha, Vasco vence Flamengo e leva decisão do Carioca ao terceiro jogo

Armador vascaíno tem atuação acima da média e se destaca no duelo que já valia o título para o Flamengo; Jogo três traz indecisões de local e data

Hélio brilha, Vasco vence Flamengo e leva decisão do Carioca ao terceiro jogo
Ginásio de São Januário (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)
Vasco da Gama
104 98
Flamengo

Nesta terça-feira (27), no Ginásio de São Januário, Vasco e Flamengo disputaram o segundo jogo da série final do Campeonato Carioca de Basquete. Após uma série de confusões, a partida também teve portões fechados para a torcida, como já havia acontecido no primeiro encontro entre as equipes.

O Vasco precisava da vitória, pois o Flamengo venceu a primeira partida e fecharia a série caso vencesse novamente. Com isso, as duas equipes vieram com força máxima, com os mesmos quintetos titulares utilizados no primeiro duelo, e fizeram um clássido digno da grandeza dos dois clubes.

O Jogo 2

A partida começou com o Flamengo arrasador em quadra. Abrindo 12 a 0, os rubro-negros aproveitavam os muitos erros defensivos do Vasco, que não conseguia se encontrar em quadra. Após o técnico Christiano Pereira parar o jogo e chamar assiduamente a atenção da equipe, os vascaínos conseguiram melhorar, porém, não foi suficiente para encostar no marcador e os visitantes fecharam o quarto vencendo por 26 a 17.

O segundo quarto marcou o início da grande atuação de Hélio. Cometendo muitas faltas, o Flamengo abusou da rotação e os jovens que estavam no banco não conseguiram conter o ímpeto ofensivo dos vascaínos, que fizeram trinta pontos no segundo período. Tendo melhorado na defesa, os cruzmaltinos viraram o placar e foram ao intervalo vencendo por 47 a 44.

A partida se manteve equilibrada na volta do intervalo. Hélio continuou resolvendo para os vascaínos, que ainda contavam com ótimas atuações de seus pivôs, porém, Marcelinho Machado mais uma vez se destacou. Como no primeiro duelo da série, o experiente atleta rubro-negro chamou a responsabilidade e foi o principal nome de sua equipe ofensivamente. Ao fim do quarto, o Vasco conseguiu manter a vantagem mínima, vencendo por 76 a 75.

O último quarto iniciou com muitos jogadores perto de estourar o limite de faltas. Com isso, a formação defensiva das duas equipes contava com alguns reserva, principalmente a do Flamengo. O norte-americano David Jackson, que fazia uma partida regular, elevou seu nível e foi bastante importante para os vascaínos. Fiorotto se destacou e Nezinho, que vinha em péssima atuação, calibrou seus arremessos e também fez a diferença para os donos da casa. Com uma boa vantagem no minuto final, os cruzmaltinos ainda contaram com mais dois pontos de Hélio, cestinha da partida, e fecharam o duelo vencendo por 104 a 98.

Indecisão sobre o Jogo 3

A confusão sobre os locais onde seriam disputadas as finais do Campeonato Carioca se arrasta até a última partida. Após dois duelos com portões fechados, em ginásios menores, ainda não há a certeza de onde será disputado o terceiro jogo da série. Ainda há um imbróglio envolvendo o dia da partida, o que torna ainda mais incerta a busca por informações.