Com portões fechados, Vasco recebe Peixe no Nilton Santos

Punido com a interdição de São Januário, Cruz-Maltino joga sem torcida no Engenhão; Milton tem retornos, Culpi, problemas

Com portões fechados, Vasco recebe Peixe no Nilton Santos
Foto: Paulo Fernandes/Vasco
Vasco da Gama
Santos
Vasco da Gama: Martín Silva; Madson, Paulão, Rafael Marques, Ramon; Jean, Wellington, Wagner, Yago Pikachu, Nenê; Thalles; TEC: Milton Mendes.
Santos: João Paulo; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz, Jean Mota; Alison, Leandro Donizete, Lucas Lima; Bruno Henrique, Copete, Kayke; TEC: Levir Culpi.
ÁRBITRO: Dewson Freitas da Silva - PA (FIFA); Auxiliado por: Helcio Araújo Neves - PA (CBF) e José Carlos Coimbra - PA (CBF) - adicionais: Andrey da Silva E Silva - PA (CBF) e Djonaltan Costa de Araújo - PA (CBF).
INCIDENCIAS: Partida Válida pela 14ª rodada da Série A Campeonato Brasileiro, à ser realizada na tarde deste domingo (16), às 16 horas (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro.

Completando uma semana dos episódios lamentáveis do último sábado em São Januário, o Vasco volta a atuar no Rio de Janeiro, mas dessa vez, sem seu público, que vinha dando forças para a equipe. Punido com a interdição de São Januário até o julgamento, pelo menos, a equipe da Colina terá a casa do coirmão Botafogo, o Estádio Nilton Santos para o confronto diante do Santos, que ocorre às 16 horas (de Brasília), neste domingo (16), em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na frente na tabela, ocupando a terceira colocação, com 23 pontos, o Santos espera, fora da Vila Belmiro, poder pontuar, seguindo na cola do vice-líder Grêmio. Pouco mais atrás, vem o Vasco, na oitava colocação, com 19 pontos ganhos, quatro a menos que o Peixe, o deixando a uma vitória e um empate da pontuação do rival paulista, e apenas um ponto atrás que o Cruzeiro, sexto colocado e último clube no G6.

Para comandar a partida, Dewson Fernando Freitas da Silva, árbitro Fifa, foi o sorteado. Para seu auxílio, Helcio Araujo Neves e José Carlos Guimaraes Coimbra, ambos da CBF, foram selecionados. Ainda, também da CBF, os árbitros de fundo de campo Andrey da Silva E Silva e Djonaltan Costa de Araújo, também da CBF. Todos vêm do estado do Pará.

Madson permanece no time titular contra o Santos; Nenê retorna de suspensão

O Vasco finalizou a preparação para o importante duelo válido pela 14ª rodada do Brasileirão, diante do Santos, neste domingo, no Nilton Santos. Na atividade, realizada neste sábado (15), em São Januário, o técnico Milton Mendes montou a equipe titular com uma grande novidade: a permanência de Madson na lateral direita. Gilberto, que ao lado de Jean, tem o maior número de roubadas de bola do Campeonato, está em condições para a partida, ficando, portanto como opção no banco de reservas.

Outra mudança, mas esta já esperada, é o retorno do meia Nenê, que cumpriu suspensão automática na goleada diante do Vitória, na última quarta-feira, mas já está apto a atuar novamente com a camisa do cruzmaltino. Outro retorno importante é o do zagueiro central Paulão, que se ausentou do duelo diante do Rubro-Negro baiano pelo mesmo motivo que o Camisa 10.

Bruno Paulista, que sentiu a coxa na derrota para o Flamengo, no sábado (8), está liberado pelo Departamento Médico do clube e ficará como opção no banco, devendo atuar na segunda etapa. Contudo, Luís Fabiano e Breno seguem fora, fazendo trabalho de recuperação física.

Repleto de problemas, Culpi arma equipe mais defensiva

A equipe do Santos terá de se adaptar a uma nova maneira de atuar, e isso já começa neste domingo, diante do Vasco da Gama. Sem Thiago Maia, negociado com o Lille, e também sem Renato, que se recupera de lesão muscular, Levir Culpi colocará o meio com mais atletas de marcação do que de armação.

Dois atletas que se destacam no quesito marcação serão titulares, Alison e Leandro Donizete, o que não altera tanto a forma de jogar, mas mais flagrante mesmo será a postura de Lucas Lima, que precisará recuar um pouco mais para buscar jogo, e abastecer os atacantes Copete, Bruno Henrique e Kayke.

O mais alarmante mesmo será a ausência de não apenas um, mas de dois goleiros no elenco, já que Vanderlei e Vladimir estão lesionados. Desta forma, o jovem João Paulo fará sua estreia com a camisa do Santos em jogos oficiais, tendo entrado em campo apenas duas vezes pelo Peixe, diante do Kenitra e do Benfica, ambos amistosos de preparação.

E os problemas não acabam por aí. Na lateral direita, Victor Ferraz também é ausência confirmada por conta de dores no joelho esquerdo. Para sua vaga, o autor do gol no triunfo contra o Atlético-MG, Daniel Guedes, será o selecionado.