Palmeiras sai na frente com gol de Guerra, mas Vasco empata no fim em Volta Redonda

Colombiano Manga Escobar entra e, poucos minutos depois, aproveita bola desviada por Jean para marcar gol de empate e definir placar do jogo

Palmeiras sai na frente com gol de Guerra, mas Vasco empata no fim em Volta Redonda
Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br
Vasco da Gama
1 1
Palmeiras
Vasco da Gama: Martín Silva; Gilberto, Breno, Rafael Marques e Ramon; Jean, Wellington (Manga Escobar), Wagner (Nenê) e Mateus Vital; Paulinho (Paulo Vítor) e Luís Fabiano. Técnico: Milton Mendes
Palmeiras: Fernando Prass; Jean, Luan, Edu Dracena e Michel Bastos; Tchê Tchê (Borja), Bruno Henrique (Keno), Thiago Santos e Guerra (Zé Roberto); Róger Guedes e Deyverson. Técnico: Cuca
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA VIGÉSIMA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2017, DISPUTADA NO ESTÁDIO RAULINO DE OLIVEIRA, EM VOLTA REDONDA (RJ)

Tentando se recuperar dos maus resultados recentes, Vasco e Palmeiras se enfrentaram às 16h deste domingo (13), em Volta Redonda, onde a ainda punida equipe carioca mandou mais uma de suas partidas. Destaque para a volta de Nenê, que após ter pedido para se transferir, mudou de ideia e buscou ser reintegrado ao elenco comandado pelo treinador Milton Mendes.

O duelo foi bastante truncado, com os palmeirenses sendo melhores e mais efetivos. Os vascaínos mantiveram a posse da bola por bastante tempo, mas não conseguiram ser efetivos, com seu sistema ofensivo não tendo conseguido aproveitar as poucas oportunidades que tiveram. Pelos visitantes, Luan se destacou. Mesmo com alguns erros, o ex-vascaíno teve atuação segura e apareceu bem em momentos importantes, garantindo por maior tempo a integridade de sua defesa.

Na próxima rodada o Vasco irá visitar o Bahia, no próximo domingo (20), às 16h. A partida será disputada no estádio da Fonte Nova. Já o Palmeiras irá receber a Chapecoense, na Arena Palmeiras, também no próximo domingo, mas às 19h. 

Róger Guedes e Paulinho perdem as únicas boas chances da primeira etapa

A partida começou com o Palmeiras buscando mais o ataque e o Vasco tentando se encontrar em campo. Com muitos erros no meio de campo, e seus principais articuladores - Mateus Vital e Wagner - não aparecendo bem, os vascaínos forçavam a subida dos defensores e lançamentos diretos, que não deram certo em momento algum. Já os palmeirenses, após o ímpeto inicial, deixaram a posse de bola com os donos da casa e buscaram o contra-ataque, ainda sem sorte.

Já na segunda metade da primeira etapa, Guerra recebeu bom passe no meio e encontrou Róger Guedes na esquerda. O veloz atacante palestrino correu sozinho em direção ao gol, mas parou em Martín Silva, após finalização fraca, desequilibrada. O Vasco também teve uma boa oportunidade, no minutos finais, com Paulinho. Após lançamento vindo da direita, a bola passou por Luís Fabiano e sobrou para o garoto, que perdeu o tempo da bola, finalizou mal e desperdiçou a oportunidade. Logo o árbitro apitou o fim do primeiro tempo, com o placar marcando 0 a 0.

Nenê volta, zaga falha, Guerra marca e Manga empata no fim

Após uma primeira etapa não tão agitada, o segundo tempo foi bastante movimentado. Logo no primeiro minuto, Wagner teve gol anulado, após finalização defendida de Luís Fabiano. Foi o segundo do Vasco na partida, aliás. O Palmeiras voltou do intervalo com Keno no lugar de Bruno Henrique, e a velocidade do atacante palmeirense complicou ainda mais a vida dos vascaínos.

O primeiro gol saiu apenas aos 33 minutos, com Guerra. Após cruzamento de Jean, os zagueiros cruzmaltinos estavam mal posicionados e o meio-campista venezuelano apareceu sozinho para marcar e abrir o placar. Cinco minutos após o gol, Milton Mendes colocou Manga Escobar na partida, e aos 43 minutos, após cruzamento desviado por Jean, o atacante colombiano apareceu sozinho para completar pro fundo das redes e empatar o duelo. Luís Fabiano ainda teve uma boa oportunidade no final, mas o empate persistiu com o placar marcando 1 a 1.

 
 
 
 
 

Share on Facebook