Zé Ricardo lamenta empate cedido no fim: "Vitória seria um prêmio'

Cruzmaltino sofreu o gol que resultou no empate, contra o Vitória, em um a um, nos últimos minutos de jogo. A partida marcou a volta de Luís Fabiano, que começou jogando, depois de mais um longo período fora dos gramados

Zé Ricardo lamenta empate cedido no fim: "Vitória seria um prêmio'
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Tem dia que parece noite. Foi assim, pelo menos, com o Vasco da gama, que empatou com o Vitória, dentro de casa. Jogando no Maracanã, na noite deste domingo (5), o time cruz-maltino fez o gol logo cedo, antes dos dez minutos do primeiro tempo, mas recuou quase que por completo, deixando espaço de sobra para o leão da barra tomar conta da partida. Por isso, o gol ia amadurecendo. Até que saiu. Aos 46 minutos do segundo tempo, o gol de André Lima, que deixou o time baiano há um ponto de sair da zona de rebaixamento deu números finais à partida.

Para o Vasco, só restou amargar a oportunidade, de entrar no G-7, passar. A chance vai ficar para a próxima rodada, quando vai à Santos, enfrentar o time da baixada santista. O técnico Zé Ricardo demonstrou lamentação depois do fim da partida, principalmente, com o rendimento dos jogadores.

"Realmente o resultado foi ruim. A vitória seria um prêmio sem ter uma performance convincente. Fizemos uma partida ruim em todos os aspectos, o Vitória nos pressionou. Nos preparamos para enfrentar com dois de área, mas, com as substituições que precisamos fazer, a pressão deu resultado no gol de empate. Nos aspectos técnicos e táticos, estivemos abaixo do nosso normal. Sem estar bem, dificilmente tem volume de jogo. Foi algo natural. Tentamos, mas foi um dia em que estivemos abaixo", disse o comandante.

Não se sabe ao certo se foi o gol, que saiu cedo, ou se o rendimento dos jogadores, na questão tática, influênciou para esse empate, contra o leão da barra. O treinador não tem características de prioridade defensiva, como outros técnicos. O técnico gosta de propor jogo e dar iniciativa nas partidas. Porém, uma tática diferente do que estamos acostumados a ver, partindo do treinador cruzmaltino, aconteceu hoje, no Maracanã. Depois do gol vascaíno, o time de Zé Ricardo, naturalmente, foi recuando, de forma constante, a ponto de não conseguir nem contra-atacar com os espaços deixados pela zaga do Vitória.

"Estávamos longe para jogar e para marcar, o que deu volume de jogo ao Vitória. Nos criou dificuldades. Viram que não estávamos bem na partida. Mancini deixou o time mais leve, mais técnico. Nem os contra-ataques nós conseguimos, apenas uma bola na trave", finalizou o treinador.

Entretanto, não se vive só de notícias ruins. O empate entre Vasco e Vitória marcou a volta do atacante Luis Fabiano, que ficou machucado durante quase três meses e voltou a vestir o manto cruzmaltino. Porém, o árbitro Héber Roberto Lopes, amarelou ambos e, para a tristeza dos vascaínos, o atacante está suspenso e não enfrenta o Santos, na próxima rodada. Com relação ao cartão, Zé Ricardo lamentou o fato mas mantém a preparação e cuidado para fazer a treinamentos com o restante do grupo.

"Não contamos com ele na quarta, vai seguir a preparação para estar bem contra o São Paulo", completou Zé Ricardo.